Diferenças entre elétrica e eletrônicaEm muitos casos, a maioria das pessoas tende a usar os termos “elétrica e eletrônica”de forma combinada, como se fosse interdependentes. Contudo, a palavra elétrica tem a ver com o conceito geral de eletricidade. Em geral, é aceitável a utilização dos termos “elétrica e eletrônica” indistintamente. Essencialmente, a palavra "elétrica" funcionará como uma forma de qualificar o fluxo de eletricidade que se refere a um evento específico.

Por exemplo, em caso de incêndio devido a um problema com a fiação de um edifício, o evento pode ser descrito como um incêndio elétrico ou de causa elétrica, gerada pela fiação em curto elétrico. A utilização de aparelhos elétricos identifica uma fonte de energia que serve para criar um efeito lógico quando realizado através de um processo ou dispositivo.

Em contraste, a eletrônica é um termo descritivo de dispositivos que são alimentados por eletricidade. Um aparelho eletrônico é muitas vezes construído com um ou mais elementos elétricos que permitem gerenciar o fluxo de eletricidade no dispositivo. A televisão é um bom exemplo, pois é parcialmente composta de uma série de componentes elétricos individuais que ajudam a conduzir o fluxo da eletricidade. Da mesma forma, computadores desktop e laptop são eletrônicos por natureza. Os dispositivos portáteis como telefones celulares também são eletrônicos, ao operar com o uso de um componente elétrico – no caso, uma uma bateria.

Há algumas diferenças no uso entre dispositivos elétricos e eletrônicos que têm a ver com fatores culturais. Com a natureza viva da língua, não há dúvida de que as diferenças entre os termos “eletrônica e elétrica” continuarão um pouco turvos ao longo do tempo. A boa notícia é que as pessoas podem utilizar uma ou outra palavra para descrever um dispositivo elétrico de qualquer tipo e ainda assim serem compreendidos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Elétrica & Eletrônica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Elétrica & Eletrônica