Petrobras terá navios construídos no Rio de JaneiroPor intermédio do programa Promef, que visa à modernização da frota de navios da Petrobras, o Estado do Rio de Janeiro irá produzir 16 dos 49 navios petroleiros previstos para serem utilizados pelo Sistema Petrobras. Após 23 anos sem encomendas, o primeiro dos 16 navios que serão projetados e construídos no Estaleiro Mauá será lançado em Niterói, RJ, ainda hoje.

A embarcação já tem até nome – Celso Furtado – em homenagem ao renomado economista criador da Sudene, Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste. O navio, destinado ao transporte de derivados claros de petróleo, tem 183 metros de comprimento, com capacidade para 48,3 mil toneladas de cargas.

Retomando seu espaço na indústria naval, o Estado do Rio de Janeiro, após o lançamento do navio Celso Furtado, já deu a largada para as demais construções de embarcações. O Estado, que já foi um dos maiores berços da construção naval no país, passa a receber investimentos de R$ 2,2 bilhões, que, consequentemente, gerarão 10 mil empregos e mais 40 mil empregos indiretos no Estado do Rio de Janeiro, totalizando 50 mil vagas no segmento.

Encomendas da Promef

A Promef encomendou ao setor naval carioca uma somatória de 49 navios por intermédio do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. O intuito é aumentar a frota de embarcações petroleiras da Petrobras para 100 navios até o ano de 2014. Com isso, o Brasil ocupará a quarta posição no ranking dos maiores produtores de navios petroleiros do mundo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás