Soldagem a gás ou solda oxi-combustível em metal mecânicaA soldagem a gás, também conhecida como solda oxi-combustível, é um método de soldagem que emprega variados tipos de gases e oxigênio para acender uma tocha. Soldagem, em metal mecânica, é definida como o processo de união de dois materiais, normalmente metálicos, aquecendo-os até que ambas as extremidades fiquem derretidas e se fundam uma na outra. Alguns materiais de preenchimento são geralmente adicionados a este material derretido, e as duas extremidades são unidas, formando uma peça sólida. Na área de manutenção nas indústrias, é muito comum o uso dos mais diversos tipos de soldagem para a realização de reparos em equipamentos e dispositivos com falhas.

Os gases mais comuns aplicados na solda a gás incluem gás natural, propano, hidrogênio, gás MAPP, de petróleo liquefeito, propileno e acetileno, sendo que o acetileno é o mais comum. Em muitos casos, o uso de um determinado tipo de gás não é benéfico para o processo de soldagem em relação a outro tipo, por exemplo, um gás pode apresentar aquecimento superior ou inferior ao outro gás, tornando-o mais conveniente para o uso em certos metais.

Uma variedade de metais pode ser unida com a aplicação de técnicas de soldagem oxi-combustível, em que um operador qualificado é necessário para garantir uma solda precisa e segura. Nem todos os metais derretem com a mesma temperatura, de modo que o soldador deve saber quanto tempo deve aquecer diversos os mais variados tipos de materiais. Há também a exigência de certo nível de habilidade para os soldadores a gás, a fim de assegurar que a solda seja feita de forma perfeita.

A solda com uso de gás é realizada com o uso de dois tanques. Um tem um tipo específico de gás, que geralmente é único para cada fabricante. O outro tem oxigênio. Estes dois gases se combinam como assim que entram na tocha da máquina de soldar, mantendo a chama consistente e em constante fluxo. Outro tipo de soldadura de gás envolve a utilização de um único gás sem o uso de oxigênio. Este método não é bastante preferível para aplicação em muitos tipos de metal, mas é comumente usado em soldagem. Contudo, o método de soldagem a gás não é recomendado para peças grandes ou que precisam suportar altos níveis de pressão, mas gera bons resultados para o funcionamento interno de produtos eletrônicos e outros materiais de pequeno porte.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica