BP revê operações de navios no programa VoONova Orleans - chefe de operações da BP Exploração e Produção, Doug Suttles, recentemente se encontrou com participantes do programa Vessels of Opportunity (VoO) para rever as operações e discutir uma série de melhorias introduzidas no programa VoO.

Através destas modificações, o programa será mais eficaz na implantação de embarcações destinadas à atividade de recuperação de óleo, utilizando de maneira mais organizada navios de pesca charter para promover a retirada de petróleo do Golfo do México.

As características operacionais desenvolvidas pela Guarda Costeira dos Estados Unidos e pela BP existentes representam as melhores práticas sugeridas pelos participantes do programa. As melhorias incluem:

• Melhoria da vigilância aérea por meio do uso de Tyndall Air Force Base.
• Aumento da frequência de rotação do navio, sujeito às necessidades operacionais.
• Maior foco local, do navio em estado de sourcing.
• Foco sobre o uso comercial e afretamento de navios de pesca com o objetivo de melhorar a recuperação do petróleo, com embarcações de recreio que só serão utilizados quando não houver no local navios mercantes disponíveis.
• Esclarecer o tamanho do pool de operação para assegurar que é adequado e inclui vários tipos de embarcações.

O Programa Vessel Opportunity abrange navios de pesca comercial local para ajudar na resposta da companhia no Golfo do México e minimizar o impacto do vazamento sobre a região, o ambiente e a economia. Até a presente data, mais de 3.000 navios foram ativados para o serviço através do programa em quatro estados americanos - Louisiana, Alabama, Mississipi e Flórida.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás