Petrobras dá início à produção na bacia de SantosDe acordo com um comunicado divulgado à imprensa nesta quarta-feira, 15, a Petrobras informou que já iniciou as operações na plataforma flutuante Cidade de Santos, no campo de Uruguá, na bacia de Santos, por intermédio da interligação do poço Uruguá-6. O comunicado também cita que foram interligados ao Sistema Flutuante de Produção e Estocagem, FPSO, os poços Uruguá-8 e Uruguá-10, que durante esta semana devem iniciar suas operações, com estimativa de produção de 25 mil barris de petróleo por dia no campo.

"A plena capacidade de produção de óleo do campo de Uruguá (35 mil barris por dia) é esperada para ser alcançada até o final deste ano, com a interligação do quarto poço de óleo do campo em dezembro", confirmou a estatal através do comunicado.

A FPSO será aproveitada para a ampliação dos campos de Uruguá e Tambaú, situados no Pólo Uruguá, sendo a primeira plataforma flutuante offshore destinada ao desenvolvimento definitivo de dois campos de petróleo e gás da bacia de Santos. O navio está ancorado a 160 quilômetros da costa, em lâmina d'água de 1.300 metros, e conta com capacidade para produzir 10 milhões de metros cúbicos diários de gás natural e 35 mil barris de óleo por dia, com capacidade de armazenamento de até 740 mil barris de óleo.

A empresa petrolífera salientou que o escoamento da produção de óleo será feito com uso de navios aliviadores, já no escoamento de gás será usado um gasoduto para interligar o FPSO à plataforma PMXL-1, no campo de Mexilhão. A partir desse ponto, o gás irá para a Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA), em Caraguatatuba (SP), onde será efetuada a especificação do gás natural para inserção na malha de transporte.

De acordo com a Petrobras, as obras na PMXL-1 e na UTGCA já se encontram em fase final e, provavelmente, até o segundo semestre de 2010 as obras já estarão finalizadas. A expectativa é que até o fim de 2012 todos os poços de gás de Uruguá e Tambaú estejam interligados possibilitando que a plataforma flutuante Cidade de Santos alcance 100% da capacidade de produção de gás.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás