O México será o primeiro país no mundo onde um caminhão Volkswagen usará um motor da marca MAN. As vendas do produto começarão no primeiro semestre de 2011. A informação é de Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America, que apresentará a autoridades e imprensa mexicanas hoje (19/7) na cidade de Querétaro o novo modelo de negócios da empresa, agora responsável pela produção e venda dos caminhões e ônibus das marcas MAN e Volkswagen naquele país. O evento terá apresentações de Roberto Cortes, do membro executivo do Grupo MAN, Jorg Schwitalla, e do diretor da MAN Latin America do México, Eric Merckel.

Jörg Schwitalla diz: "O novo modelo de negócios da MAN no México é um passo mais lógico para a nossa estratégia de internacionalização. Após a aquisição da Volkswagen Caminhões e Ônibus no Brasil no final de 2008 e a fusão de operações VW e MAN na África do Sul em 2009, a unidade de Querétaro irá nos ajudar a desenvolver nossos negócios nas Américas".

"A MAN Latin America prepara uma estratégia que combinará a montagem local de produtos à venda de unidades completas trazidas da Alemanha e do Brasil. Em 2011, o México conhecerá o primeiro caminhão Volkswagen do mundo equipado com motor MAN: um modelo leve, feito sob medida para os frotistas e transportadores autônomos mexicanos. Como em toda a América Latina, ofereceremos aqui as melhores soluções de transporte com caminhões e ônibus das marcas MAN e Volkswagen", explica Roberto Cortes.

As operações de caminhões e ônibus Volkswagen estão sendo transferidas da cidade de Puebla para Querétaro, como parte da estratégia de integração da nova empresa, criada no Brasil em 2009 após a integração da Volkswagen Caminhões e Ônibus ao Grupo MAN. A medida irá gerar mais empregos em Querétaro, sem prejuízo à antiga fábrica em Puebla: os empregados que não forem transferidos, serão absorvidos pelas operações de automóveis e comerciais leves da Volkswagen do México, ali também sediadas.

"Ganham todos: o fabricante, a rede de concessionários autorizados em todo o México, e principalmente os consumidores, que agora terão mais opções de compra e investimento para suas frotas. É uma nova fase de crescimento e prosperidade para o mercado mexicano de veículos comerciais", diz Eric Merckel.

A fábrica de Querétaro fica a 200 km da Cidade do México, a capital do país. Tem 17 mil metros quadrados de área construída e 92 empregados, possuindo uma linha de montagem para ônibus, oficina para assistência técnica e um armazém de peças e acessórios. A fábrica hoje monta modelos de ônibus MAN LionsMex 4X2 e 6X2, e seu time de vendas comercializa caminhões e ônibus da marca importados da Alemanha.

Já os modelos Volkswagen oferecidos atualmente a clientes mexicanos são os caminhões VW 8.150 e VW 9.150, além do chassi de ônibus Volksbus 8.150 FEB. Um estoque de veículos Volkswagen garantirá o abastecimento dos revendedores autorizados até que o novo modelo de negócios esteja em plena operação.

As redes de concessionários autorizados MAN e Volkswagen serão integradas, chegando a 18 lojas e pontos de atendimento ao cliente em todo o território mexicano. Até recentemente, algumas revendas Volkswagen vinham comercializando também, em cooperação, modelos de caminhões MAN, passando a ser o primeiro país a utilizar a estratégia de comercialização Dual Brand em sua rede. Caminhões e ônibus MAN e Volkswagen foram vistos juntos pela primeira vez no país durante a 20ª Expo Foro, feira realizada em março passado na Cidade do México.

A MAN Latin America

Ainda com o nome de Volkswagen Caminhões e Ônibus, a montadora iniciou suas operações no México em outubro de 2004, quando abriu uma linha de montagem para caminhões e chassis de ônibus Volksbus. Kits passaram a ser importados da fábrica de Resende e montados em Puebla, sede da Volkswagen Caminhões e Ônibus do México. Concessionários autorizados instalaram-se em Puebla, Cidade do México, Oaxaca, Guadalajara, Silao, Culiacán, e Monterrey.

A MAN Veículos Comerciais chegou ao México em 2002, vencendo um contrato para fornecimento de ônibus interestaduais. Em 2004, inaugurou a fábrica de Querétaro, dedicada à montagem de chassis e carrocerias de ônibus, e lá também concentrou suas operações comerciais. A empresa ainda mantém uma sucursal em Guadalajara e uma revenda autorizada em Hermosillo.

Com vendas em mais de 30 países da América Latina, África e Oriente Médio, hoje a MAN Latin America é a maior montadora de caminhões da América do Sul, lidera no Brasil o mercado de caminhões há sete anos consecutivos e é a maior exportadora brasileira do produto. É a vice-líder em vendas de ônibus no Brasil, e sua maior fábrica está em Resende, com 5.500 empregados e capacidade para produzir 72 mil unidades ao ano - até o final de 2010, a futura linha de montagem dos caminhões MAN aumentará essa capacidade em mais 5 mil veículos.


Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas