Setor de manutenção industrial abre espaço para profissionais do sexo femininoQuem pensa que manutenção industrial é coisa só de homem está muito enganado. Bem, até algum tempo era mesmo, contudo, o setor que está em franca expansão e já recebe uma atenção especial por parte das grandes companhias, está de portas abertas para receber trabalhadoras do sexo feminino que tenham se profissionalizado na área de manutenção preditiva. Esse é o caso da tecnóloga em mecatrônica, Simone de Lima, de 24 anos. Simone é integrante da equipe de manutenção da Hilub Preditiva, empresa especializada em prestação de serviços de gestão integrada de lubrificação industrial e manutenção localizada em Curitiba, no Paraná.

Todos os dias, Simone veste o uniforme completo, composto por botas, avental, capacete e óculos especiais. No chão de fábrica, seu trabalho de rotina inclui a manutenção preditiva, análise de óleo, vibração e equipamentos industriais. A tecnóloga Simone de Lima é natural de Registro, interior de São Paulo, formou-se em Tecnologia Mecatrônica Industrial, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, e atua no setor de manutenção preditiva da Hilub há três anos. “Um amigo, hoje gerente dos técnicos da empresa, começou a trabalhar aqui e me contava como funcionava o serviço”, lembra. “Com o tempo, fiquei interessada nesse tipo de manutenção. Juntando o interesse causado pela empolgação desse amigo com a curiosidade que tenho desde a infância sobre mecânica, aproveitei a chance e comecei a trabalhar na área”, conta Simone.

Após três anos de dedicação ao trabalho, período em que pode ganhar bastante experiência, Simone sente que também conquistou a confiança de seus colegas de trabalho: “Com os meus colegas de trabalho nunca tive problemas. Somos bem unidos, todo mundo ajuda todo mundo, Um colega de trabalho só reclama, brincando, que detesta ter de me substituir em alguma fábrica, pois ele sempre tem de ouvir: Por que a Simone não veio?”, finaliza.

Para ela, o fato de ser mulher não foi um obstáculo para atuar em um setor que antes era essencialmente masculino, pelo contrário, isso serviu de desafio. “Estar nessa área é uma vitória. Pois é um segmento masculino, em que encontramos alguns homens com conceitos completamente ultrapassados”, explica. “Esse preconceito é a maior dificuldade, porém não são todos que reagem assim. Muitos clientes aprovam uma mulher trabalhando no setor e gostam do trabalho, dizem que mulher é mais cuidadosa, presta mais atenção nos detalhes”, declara.

Sobre a Hilub Preditiva

A hilub Preditiva é um grupo multinacional brasileiro atuante em vários segmentos, desde indústria até o de transporte, inclusive frotas e fora de estrada, atendendo a clientes que necessitem de gestão da lubrificação e abastecimento, serviços de análise de vibração, termografia, alinhamento a laser, balanceamento dinâmico de campo, consultoria em engenharia da manutenção e capacitação profissional. Foi inaugurada em 1992 e hoje conta com mais de 600 funcionários. Referência em Segurança e Meio Ambiente, a Hilub Preditiva atende a todo o mercado nacional, Chile e Espanha. Tem contratos com marcas fortes como ArcelorMittal, Petrobras, Vale, Samarco, e Du Pont, entre outras. Para mais informações acesse www.hilub-preditiva.com.

Fonte:
Blue Comunicação
Tel.:(55) 11 2532 8187
www.bluecomunicacao.com

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção