CINGAPURA - Keppel Offshore & Marine acertou dois contratos, um para converter um FPSO e outra para reparar uma plataforma semi-submersível para projetos offshore no Brasil. O valor total dos projetos gira em torno de US$ 124 milhões.

Keppel Shipyard irá converter o VLCC Teseu M / T em um FPSO para um flutuador de atracação. O escopo do trabalho inclui a conversão do casco, a modernização dos alojamentos, a fabricação e instalação de uma torre para o heliponto, um sistema de propagação de amarração, entre outros trabalhos.

Ao deixar o pátio no 1 º trimestre de 2012, o navio chefiará no Brasil a instalação final e a integração dos topsides. Após, será fretado à Petrobras Holanda para uso na área de águas profundas do campo deTupi na bacia de Santos.

O outro contrato, concedido pela Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG) para Kepple FESL Brasil, envolve a reparação e manutenção do Alaskan Star. Neste acordo, o trabalho inclui alguns reparos estruturais, obras em tubulações, reparos mecânicos, equipamentos de alojamento e serviços de pintura. A revisão deve ser concluída no mês de outubro. O equipamento também é fretado para a Petrobras para a implantação na bacia de Campos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás