De acordo com os dados do Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo (Sitivesp), em 2010, haverá crescimento tanto nas exportações, como nas importações de tintas e vernizes. O sindicato, que faz um levantamento trimestral da balança comercial do setor, com base no acompanhamento e análise das informações fornecidas pelo Sistema Alice, da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo, apurou que as exportações no primeiro semestre deste ano somaram US$ 77,001 milhões.

Anualizado, o montante projeta para 2010 um total de US$ 154,002 milhões - aumento de mais de 14% sobre 2009. Em volumes, o setor totalizou, até o mês de junho de 2010, 26.894 toneladas, o que projeta para o ano 53.788 toneladas, contra 48.825 toneladas de 2009, indicando um crescimento de mais de 10% - com preço médio subindo de US$ 2,76/kg para US$ 2,86/kg.

Já as importações dos primeiros seis meses totalizaram US$ 119,228 milhões. Anualizado, o valor chega a US$ 238,456 milhões, contra US$ 212,209, projetando um crescimento de mais de 12%. Em volumes, foram importadas, neste período, 21.451 toneladas, o que indica para 2010, 42.902 toneladas - crescimento de mais de 20%, mas com redução do preço médio de US$ 5,97 para US$ 5,56.

Em relação à balança comercial do Mercosul, um importante mercado para a indústria brasileira de tintas, foram exportadas, nos seis primeiros meses de 2010, 12.968 toneladas e importadas 1.547 toneladas. "Os números do primeiro semestre demonstram a recuperação do setor nas negociações com o mercado internacional que, em 2009, ficaram aquém do esperado, com redução de cerca de 20% no faturamento das exportações e quase 8% nas importações", destaca Airton Sicolin, Assessor do Sitivesp.

Mercado aquecido

A expectativa da cadeia produtiva de tintas é que 2010 fique marcado como o ano da retomada. De acordo com as projeções do Sitivesp, as vendas de tintas e vernizes, como um todo, deverão ficar acima do crescimento do PIB, desempenho que tende a afetar também o nível de emprego do setor, que cresceu em todos os meses do primeiro semestre deste ano. No fechamento do mês de junho, a variação registrada foi positiva, de 0,51% em relação ao mês anterior.

A pesquisa trimestral realizada pelo Departamento Econômico do Sitivesp junto às suas associadas, também demonstra otimismo por parte dos fabricantes de tintas do setor imobiliário, industrial, gráfico e serigráfico. As expectativas de vendas para o 3º trimestre de 2010, para a maior parte deles, são positivas, com previsão de crescimento entre 5% e 10% sobre o 2º trimestre de 2010.

Perfil Sitivesp

Fundado em 1941, com o objetivo de representar legalmente as indústrias paulistas de tintas, o Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo (Sitivesp), apesar de ter base estadual, possui hoje reconhecimento nacional, devido às ações desenvolvidas em prol não apenas de suas associadas, mas em defesa do mercado de tintas, como um todo.

Atualmente, o Sitivesp reúne 68 empresas associadas - entre pequenos, médios e grandes fabricantes de tintas dos segmentos imobiliário, automotivo, industrial e gráfico, entre outros - que representam cerca de 80% de toda a produção nacional de tintas.

Participando ativamente de todas as questões relevantes para o setor, desde a sua criação, o Sitivesp é reconhecido como uma entidade pró-ativa, que se antecipa às necessidades do mercado e, por isso, suas ações visam à integração da cadeia produtiva e a ampliação do consumo de tintas. Através de seus departamentos e comissões, fornece informações e subsídios necessários para que as empresas do segmento atuem no competitivo mercado de tintas.

SITIVESP

Telefone: (11) 3262-4566

www.sitivesp.org.br

Informações para imprensa:

Taís Augusto - tais@viapublicacomunicacao.com.br

Inês Cardoso - ines@viapublicacomunicacao.com.br

Via Pública Comunicação - (11) 3562.5555

www.viapublicacomunicacao.com.br

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia