A integração da termografia com o sistema CMMS na manutençãoMais e mais empresas estão investindo em sistemas CMMS para organizar a complexa tarefa de gestão de equipamentos e instalação de infra-estrutura, contudo, o sistema, apesar de ser uma excelente ferramenta de organização, mas não pode controlar diretamente as condições do equipamento. Por isso, a integração da termografia com o sistema CMMS é essencial no monitoramento de condições dos equipamentos no chão de fábrica, tornando as operações de manutenção mais eficazes, dinâmicas e otimizadas. Levando em consideração que os sistemas organizacionais se tornam mais informatizados, o acesso e a qualidade dos dados aumentam substancialmente. O desafio é a melhor forma de criar, organizar e divulgar a vasta quantidade de dados que os sistemas informatizados coletam. Para isso, é preciso se certificar de que todos os dados coletados são integrados com o banco de dados original.

Para começar, é preciso criar um sistema de câmera termográfica que pode funcionar como um coletor de dados. Os elementos comuns em coletores de dados são: a tela sensível ao toque, um sofisticado sistema de gestão de ficheiros, a capacidade de lidar com formatos de dados como XML e uma maneira fácil de gerar a entrada e a saída de dados. Muitos coletores de dados portáteis de vibração disponíveis no mercado são excelentes exemplos de projetos de produtos que são favoráveis para a integração.

Uma vez que as interfaces de usuário portáteis foram criadas, uma aplicação de software de desktop deve ser implementada na interface tanto para a câmera e às bases de dados CMMS. Um assistente de software pode ser usado para mapear dados de origem CMMS para um banco de dados ativos coletados a partir dos trabalhos de termografia. Os dados devem ser exportados do sistema CMMS como um arquivo CSV. O assistente de importação deve assegurar que cada registro de dados ativo que é exportado a partir do sistema CMMS mantenha identificação suficiente para garantir que as ligações entre a fonte CMMS e a base de dados de termografia sejam mantidos. Ao automatizar o banco de dados ativo de termografia, o usuário elimina a necessidade de entrar potencialmente centenas, senão milhares de vezes nos registros do programa de análises termográficas, tornando a ferramenta mais eficaz.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção