A Posco, maior siderúrgica da Coréia do Sul e uma das maiores do mundo, anunciou a construção de uma nova aciaria, que poderá reduzir seus custos de produção em 17%. Com a nova tecnologia que será empregada na unidade, será possível utilizar matéria-prima de custos inferiores ao que é usado atualmente pela empresa, sobretudo minério de ferro e carvão. A nova tecnologia, chamada Finex, foi desenvolvida pela própria empresa.

O investimento da sul-coreana está estimado em US$ 1,1 bilhão e terá capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas anuais. O crescimento da demanda por aço na China, que consome 27% da produção mundial do produto, puxou para níveis recordes o preço do minério, do coque e do carvão nos últimos meses. A Posco e as japonesas Nippon Steel e a JFE Holdings produzem o próprio coque consomem.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia