Custo de produção ou manufatura na indústriaCusto de produção ou custo de manufatura na indústria é o total acumulado dos recursos que são diretamente utilizados no processo de fabricação de diversos bens e produtos. Em algumas fórmulas, o custo de produção inclui as despesas associadas com a compra de matérias-primas, mas em outros casos, o custo das matérias-primas fica excluído. Em geral, fatores como o trabalho, operação de equipamentos e despesas gerais de manutenção das instalações de produção são elementos comuns que estão inseridos na determinação dos custos de produção global de uma empresa industrial.

Obviamente que o objetivo da maioria das empresas é o lucro com a venda de produtos fabricados e vendidos pelas indústrias, prestando muita atenção ao custo de produção total, um fator extremamente importante para a determinação da rentabilidade dos negócios. Ao monitorar os vários elementos que compõem o custo de fabricação, é possível garantir que os recursos disponíveis estão sendo utilizados da melhor forma e, assim, ganhar a maior quantidade de retorno de cada unidade comercializada.

Quando esta atividade de monitoramento indica que o custo de produção total está aumentando, a empresa precisa investigar cada elemento relevante e determinar onde está a origem do problema, que pode ser desperdício com matéria-prima, falhas em equipamentos que causam paralisação na produção, falta de mão de obra para dar andamento na fabricação de produtos, ausência de planejamento adequado, acidentes de trabalho, retrabalhos, além de aumento nos salários, uma mudança dos preços das matérias-primas ou a compra de novo equipamento que é usado diretamente no processo de fabricação. Saber a origem da elevação de custos de manufatura pode ajudar a empresa a se planejar melhor e adotar algumas medidas a fim de corrigir o problema.

Em alguns casos, esse acompanhamento de perto dos diferentes custos de fabricação nas indústrias pode levar a idéias sobre como utilizar os recursos disponíveis para o melhor aproveitamento de cada um deles. Por exemplo, as formas de minimizar o desperdício de matérias-primas podem tornar-se mais evidentes, permitindo à empresa produzir mais unidades da mesma quantidade de materiais. Modificando os passos utilizados na criação de cada produto também há meios de acelerar a produção, tornando possível produzir mais produtos acabados em um curto período de tempo.

Vale ressaltar que o processo de cálculo dos custos de manufatura não é universal. Dependendo do país onde a companhia está localizada, há diferentes definições do que constitui despesas diretas. Isso pode levar a algumas diferenças quanto a quais tipos de trabalho são considerados custos diretos para o processo de determinação do custo total de fabricação. Da mesma forma, algumas empresas consideram que as matérias-primas são custo direto, enquanto outros classificam-nas como despesa indireta.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção