A Petrobras assinou uma Carta de Intenções com a companhia MODEC para o afretamento e operação de um FPSO na plataforma offshore de BM-S-9, na bacia de Santos. A Petrobras, através da sua subsidiária PNBV, assinou a carta de consórcio com o Grupo Schahin e a MODEC.

O Grupo Schahin e a MODEC se comprometem então a fornecer serviços de engenharia, mão de obra especializada de engenheiros, além de adquirir, construir, mobilizar e operar o FPSO, incluindo equipamento de processamento, bem como reformas no casco e os sistemas marinhos. Já a SOFEC vai projetar e fornecer a atracação spread.

MODEC irá converter o VLCC Radiant Jewel para o FPSO Cidade de São Paulo MV23. O FPSO terá capacidade de processar 120 mil b / d de petróleo ou 150 mil b / d de fluidos. Previsto ser entregue no quarto trimestre de 2012, o FPSO será instalado no campo de Guará.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás