Plano de lubrificação em redutores de motoresOs redutores de velocidade são máquinas de uso industrial que servem para alterar ou variar a velocidade padrão dos motores elétricos, o que torna esses componentes muito importantes para a indústria automotiva. Mas para que funcionem com máximo desempenho, o ideal é elaborar um plano de lubrificação em redutores de motores, pois o óleo lubrificante é capaz de evitar o atrito entre esses componentes e os próprios motores, engrenagens e demais peças.

A lubrificação é uma parte essencial nos planejamentos de manutençãoe também é muito importante para as partes mecânicas, tais como os redutores de velocidade de motores elétricos. Os lubrificantes sintéticos são vitais na garantia de bom desempenho dos redutores. Se o nível do óleo em um redutor de velocidades industrial fica muito baixo ou perde a sua capacidade de lubrificar, o dispositivo não executará sua função como deveria, ou seja, não será capaz de reduzir a velocidade dos motores elétricos quando houver necessidade.

Os mais variados tipos de redutores industriais precisam de lubrificação para funcionar com 100% de capacidade. A Ausência de lubrificação adequada com o tipo de lubrificante mais apropriado pode gerar falhas e inatividade dessas máquinas, que custarão muito para as indústrias. Por exemplo, em uma instalação automotiva, a ausência dos redutores em motores elétricos de automóveis em linha de montagem pode parar toda a linha, o que levará a custos elevados, que incluem custos de produção perdida, de reparação da peça e de substituição dela, se for o caso. Isso também acontece com outras máquinas que fazem uso desse modelo de componente.

Ou seja, o óleo de lubrificação é realmente importante para as caixas de engrenagens. Tradicionalmente, a manutenção preventiva em redutores e engrenagens consistiu em verificar regularmente seus níveis de óleo e realizar a reposição de lubrificante perdido. A análise do óleo, geralmente realizada por um laboratório externo, revela se o lubrificante da caixa de câmbio perdeu sua capacidade de lubrificar. Além disso, os testes irão detectar partículas metálicas no óleo, a fim de verificar se os redutores estão em bom estado.

Além disso, também há muitos outros elementos que devem ser considerados. Por exemplo, é preciso estar ciente de que, se houver excesso de calor gerado nos componentes de acionamento mecânico, não é apenas devido ao atrito. Ou seja, exceto para casos em que ocorre lubrificação inadequada, ainda existem muitas outras fontes, tais como os rolamentos defeituosos, desalinhamento, desequilíbrio e mau uso.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção