Saúde e Segurança no Trabalho - Prevenção de AcidentesAssim como os empregadores, os trabalhadores têm a obrigação de garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável. O empregado também precisa zelar pela própria segurança e qualidade de vida no trabalho, bem como ser responsável em relação à saúde dos colegas. Então, se você tem uma preocupação com a saúde e segurança  no trabalho, é importante que você fale com seu empregador imediatamente assim que o problema pode ser resolvido.

O empregador tem a responsabilidade de garantir aos seus funcionários todos os equipamentos de proteção necessários, bem como dar treinamentos quando a função expõe o trabalhador a algum tipo de risco de acidente. Uma vez que a empresa respeita todas as normas de segurança, então, é a vez do empregado se enquadrar em todos os requisitos obrigatórios em segurança do trabalho, como uso adequado de EPI’s.

Além disso, devem ser feitas no local de trabalho, em cada departamento de uma empresa, avaliações de risco periódicas em uma base regular em todos os momentos. Estas avaliações de riscos são atributos do empregador, como forma de detectar potenciais problemas e riscos antes que eles aconteçam. É importante que, se os resultados das avaliações de risco demonstrarem problemas, eles precisam ser registrados com base em dados como data, local, horário, e tratados imediatamente para impedir a ocorrência de incidentes.

No Brasil, por ano, milhares de pessoas sofrem lesões no local de trabalho, mas a grande maioria destes acidentes é perfeitamente evitável com ações preventivas e campanhas de conscientização nas empresas e indústrias. No setor elétrico, são mais de 400 mil mortes a cada ano em decorrência de acidentes que poderiam ser impedidos com simples cuidados. Mesmo que tenha havido grandes melhorias em saúde e segurança no trabalho, ainda há muito o que ser melhorado.

Só para se ter em mente, alguns dos principais acidentes no local de trabalho ocorrem devido ao seguinte:
Máquinas com defeitos e mal reguladas;
• Pisos escorregadios em locais que representam perigo para o operário;
• Falta de sinalização adequada em áreas restritas no local de trabalho;
• Turnos extensos de trabalho sem que o trabalhador tenha pausa para descanso;
• Lesões envolvendo erros em manipulação de ferramentas, especialmente pela falta treinamento ou conhecimento de funcionamento de uma máquina;
• Lesões sofridas na indústria da construção, no setor elétrico ou indústrias químicas;
• Exposição a substâncias nocivas e perigosas;
• Empregados expostos a ataques violentos por pacientes ou clientes;

Cabe lembrar que um acidente ou lesão no local de trabalho como resultado da negligência em nome do empregador dá o direito civil ao empregado de fazer um pedido de indenização. Para as empresas, além de aumentar os custos com pagamento de indenizações, a produção fica paralisada por tempo indeterminado, sem contar o desgaste emocional que qualquer acidente de trabalho traz para empresas, empregado e familiares. Por tudo isso, a prevenção ainda é o melhor remédio nesses casos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho