Shell inicia fase II do projeto Parque das ConchasDe acordo com comunicado feito hoje, 15 de outubro pela companhia petrolífera Shell, a empresa já está fazendo investimentos para a Fase II do projeto Parque das Conchas, localizado no bloco BC-10 da Bacia de Campos, a 100 km de distância da costa litorânea do Espírito Santo. Após a concretização de todas as etapas, o projeto deve proporcionar recursos energéticos na base de 300 milhões de boe, com produção de quase 100 mil bpd. Esta fase prevê o começo dos trabalhos de exploração do quarto campo no bloco BC-10. A Shell, como principal operadora, detém uma participação de 50%. A Petrobras também participa da concessão com 35% e a ONGC mantém os 15% de participação de ativos restantes.

A Fase I de produção no Parque das Conchas teve início em 2009 com trabalhos em nove poços de desenvolvimento situados em três campos, Ostra, Abalone e Argonauta B-West. A fase II inclui trabalhos em mais sete poços de desenvolvimento. Agora, a Fase 2 do projeto Parque das Conchas abrange operações em mais sete poços para desenvolvimento, com estimativa de alcançar uma profundidade total de quase 1.100 metros abaixo do nível do fundo do mar.

Projeto Parque das Conchas

O Parque das Conchas é um projeto pioneiro, no qual todos os campos são desenvolvidos com apoio do sistema bombeio submarino e de separação de petróleo e gás. Durante as operações de desenvolvimento dos poços, bombas elétricas com 1.500 cavalos de potência bombeiam o petróleo até que o óleo chegue ao FPSO Espírito Santo. O FPSO, um tipo de navio petrolífero destinado a armazenagem de petróleo e gás, explotação (produção) e escoamento por navios aliviadores, conta com capacidade de processamento diário de 50 milhões de metros cúbicos de gás natural e 100 mil barris de petróleo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás