Carreira de geofísico no setor industrialEm 2006, o Brasil realizou seus primeiros estudos sobre a existência de petróleo na região do pré-sal, na costa litorânea brasileira. De lá para cá, muitas descobertas foram feitas e confirmaram novos poços de petróleo, principalmente na Bacia de Santos e na Bacia de Campos. Com isso, um profissional, em especial, ganhou destaque na indústria de petróleo e gás: o geofísico. O geofísico é responsável por analisar, registrar e quantificar dados e condições geológicos em uma variedade de ambientes. Muitos desses cientistas iniciam sua carreira na indústria do petróleo, que, atualmente, é um setor que vem abrindo muitas portas para profissionais qualificados no mercado, principalmente porque há poucos geofísicos formados e capacitados a atuar no setor petrolífero, com exploração e desenvolvimento de poços de petróleo e gás.

Na indústria de petróleo, os geofísicos examinam dados geológicos e amostras de testes coletados com uso de equipamentos apropriados, em terra, mar, ar ou poços, para determinar a existência de petróleo e hidrocarbonetos em minerais. Os geofísicos também podem trabalhar em conjunto com técnicos e grupos ambientalistas a fim de estabelecer a quantidade de poluição no solo, através de estudos e análises que permitem quantificar e qualificar os riscos ou danos aos sismos.

Especificamente na indústria de exploração de petróleo, grande parte dos recursos minerais está localizada em regiões muito profundas e que não podem ser alcançadas ou analisadas por estudos geológicos feitos em planos mais superficiais. A descoberta desses recursos e o entendimento pleno de como ocorrem os processos no interior da Terra, é preciso contar com as técnicas e tecnologias da geofísica no intuito de coletar e analisar dados sobre as propriedades e características físicas de minerais e rochas.

Outras funções importantes dos técnicos geofísicos podem incluir as seguintes funções: o geofísico pode trabalhar na modelagem e simulação de catástrofes, análise de algoritmos, desenvolvimento de sistemas e criação de procedimentos operacionais. Além de auxiliar na comunicação com fornecedores locais e avaliar tecnicamente os produtos. A formação de um geofísico é bastante ampla, pois o profissional deve ter conhecimentos de matemática, ciências, biologia, física e química.

Assim sendo, o geofísico um profissional portador de um amplo conhecimento que o permite atuar em diferentes segmentos industriais, desde a mineração, passando pelo meio ambiente e estudos de engenharia, até a indústria de petróleo e gás. A formação do geofísico requer muito tempo de dedicação e estudos, dentro e fora da universidade, com atualização constante e permanente, inclusive com estudo de línguas estrangeiras, facilitando uma colocação em mercados globalizados e internacionais. Por isso mesmo, é comum que este tipo de profissional seja bem remunerado quando já está atuando no mercado de trabalho, inclusive porque são poucas as universidades brasileiras, que oferecem o curso de graduação em Geofísica. Esse é o caso da USP, em São Paulo, da Universidade Federal da Bahia, da Universidade Federal Fluminense, da Universidade Federal do Pará, da Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA, e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial