Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Componentes de tintas industriais

Tipos de pigmentos usados nas tintas industriais

Mais notícias relacionadas a suprimentos industriais:

Nanopartículas de óxido de zinco
Partículas individuais de óxido de zinco têm tamanho reduzido, que pode chegar a até 20 ...


Diferenças entre resinas e polímeros
Polímeros passam por um processo especial, chamado polimerização; já as resinas apresentam capacidade de serem ...


Titânio em pó
O processo de transformar o metal em pó não deixa resíduos e mantém a durabilidade ...


Componentes de tintas industriaisA pintura industrial é usada para proteger o metal, a madeira, e uma vasta gama de outros materiais, possui uma variedade de características que podem ser manipuladas para fornecer coberturas específicas de aplicação. Naturalmente, estas características dependem em uma grande parte dos ingredientes da tinta e as especificações de desempenho do aplicativo selecionado. Métodos de aplicação, também, podem influenciar a qualidade da cobertura pela tinta e determinar como a boa pintura adere ao substrato. Normalmente, há quatro componentes principais em uma pintura: pigmentos, ligantes, líquidos e aditivos. Os métodos da aplicação dependem da tinta, mas podem depender também da aplicação que podem incluir aplicação por pulverizador, métodos da escova, ou a pulverização eletrostática.

Pigmento

Um pigmento de tinta desempenha um grande papel na determinação da cor e da aparência. Alguns pigmentos também proporcionam maior volume, contribuindo para engrossar a tinta quando necessário. Na sua forma não misturada, um pigmento é simplesmente um pó. Há duas categorias gerais de pigmentos: principal e extensor.

Pigmento principal

Tintas industriaisPigmentos principais são os maiores responsáveis pela cor ou pela brancura de uma tinta, assim como a habilidade da tinta para esconder falhas indesejáveis da superfície. Dióxido de titânio é o principal ingrediente de tintas que apresentam uma tonalidade branca. Nas tintas de outras cores expressas, os pigmentos são selecionados para absorver somente determinados tipos da luz, assim rendendo uma determinada cor. Os pigmentos orgânicos rendem as cores as mais brilhantes, quando os pigmentos inorgânicos rendem cores menos brilhantes, mas mais duráveis.

Pigmentos de prolongamento

Pigmentos de prolongamento são projetados para adicionar volume, mas não são tão bons para esconder defeitos na superfície, como o pigmento principal. Eles podem, contudo, influenciar o brilho geral da pintura, a retenção de cor, e resistência à abrasão. Sílica e silicatos, por exemplo, são pigmentos de extensores que aumentam a durabilidade da tinta. O óxido de zinco ajuda a prevenir a ferrugem e corrosão, e é especialmente útil em aplicações no exterior.

Pasta

Em uma mistura da tinta, a pasta é responsável para fornecer a adesão, ligando o pigmento, que igualmente dá as propriedades de resistência da tinta que faz o revestimento final resistente e durável. A pasta própria é desobstruída e lustrosa, mas a presença de pigmento interfere com esta qualidade. Dependendo da proporção de pigmento para aglutinante, ou o PVC (concentração de pigmento em volume) a tinta pode assumir diferentes níveis de acabamento brilhante. Tintas com acabamentos mais vistosos muitas vezes têm um típico PVC de 15 por cento, enquanto a maioria das tintas mate tem um PVC de 40 a 80 por cento. Tintas com menos brilho tem mais aglutinante por unidade de pigmento, e tendem a ser mais duráveis. Existem dois tipos específicos de cobertura: à base de óleo e látex.

Tintas a base de óleo

Tinta à base de óleo requer uma pasta que tem propriedades similares às da pintura, neste caso, a pasta oxida ou seca quando exposta ao ar, endurecendo junto com o restante da pintura. Uma vez aplicada à tinta a base de óleo, o líquido da tinta evapora e o ligante reage com o ar para endurecer no lugar com o pigmento. No entanto, às vezes esse processo pode resultar em excesso de tinta seca podendo lascar. Além disso, a oxidação tem propensão de fazer a pintura amarelar.

Tintas a base de latex

Tintas a base de látex, na verdade não possuem látex em vez disso, a pasta que é usada (plástico, como na natureza) cria uma película na pintura que se assemelha a borracha de látex natural. Quase toda tinta baseada em água tem um aglutinante baseado em látex. Quando o revestimento é aplicado, a água da tinta evapora, deixando para trás um filme de pigmento e aglutinante baseado em látex, que se unem para formar um revestimento contínuo. O processo pelo qual o aglutinante e os pigmentos são fundidos é chamado de coalescência. No entanto, como o agente de ligação é termoplástico, não pode ser aplicado a uma temperatura demasiadamente baixa, pois a pasta vai ficar muito dura e ira surgir dificuldades durante a fusão. Os tipos comuns de cobertura com base de látex e vinil incluem acrílica.

Líquido

No sentido mais básico, o componente líquido de uma tinta é apenas responsável pelo transporte do ligante e pigmento para a superfície do substrato. O tipo de líquido usado depende dos outros componentes da tinta. Tintas à base de óleo, por exemplo, podem usar uma tinta de base fina como o líquido primário. Tintas látex, por outro lado, tendem a usar a água como líquido.

Aditivos

Quando certas propriedades precisam ser manipuladas ou melhoradas, a solução frenquentemente são os aditivos. Os espessantes, por exemplo, são os aditivos que ajudam a engrossar a tinta para facilitar a aplicação. Surfactantes ajudam a dispersar pigmentos dentro da tinta, assegurando que o revestimento permaneça no lugar. Co-solventes ajudam a formação do filme aglutinante e previnem que ocorram danos na pintura se for congelado. Co-solventes também tornam a aplicação mais fácil, alongando o tempo que a tinta pode estar aberta antes de começar a secar.

Flávio Saraiva

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a suprimentos industriais:

O que é velcro industrial

O velcro® de força industrial é uma marca de prendedores feitos pela Velcro Industries. Essa versão do produto já conhecido da marca foi concebida para aplicações mais pesadas ...
Plástico resistente ao calor

Plástico resistente ao calor é um corpo de material composto de substâncias químicas sintéticas, usualmente polímeros, os quais criam uma variedade de propriedades físicas. Átomos ...
Tipos de pó inseticida

Pó inseticida é usado para matar vários tipos de insetos ao ar livre e dentro de ambientes. No interior de edifícios, o pó é aplicado ao longo das rachaduras perto ...
Para que são usados os inseticidas

Inseticidas são de uso comum na agricultura, bem como em plantas em jardins e espaços vivos, com o intuito de controlar a invasão de uma matriz aparentemente ...
Usos do naftaleno

O naftaleno, ou naftalina, é um produto químico utilizado para fazer inseticidas, lubrificantes, resinas, solventes muitos outros produtos de consumo comerciais. Este pó sólido branco é mais conhecido como naftalina ...
Usos da DMDM-hidantoina

Dimetilol dimetil-hidantoína (DMDM-hidantoína), é um ingrediente conservante comum encontrado em produtos cosméticos, na produção de materiais de construção e em artigos domésticos. O composto qu ...
Produção de formaldeído

Compostos orgânicos, simples ou complexo, podem ser produzidos de várias maneiras. Apenas os de melhor custo-benefício podem ser utilizados para a produção comercial. A produção ...

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google