Brasil poderá sediar siderúrgica da ThyssenAnalistas do setor siderúrgico acreditam que o Brasil é o país que reúne mais chances de sediar a nova unidade de produção de aço planejada pelo Grupo ThyssenKrupp, informou ontem o jornal alemão "Die Welt". A empresa alemã anunciou que pretende instalar uma nova siderúrgica de aço no exterior e que a decisão sobre a localização da fábrica será anunciada em poucos meses.

Embora considerem o Brasil como favorito, analistas entrevistados pelo "Die Welt" não descartam que a Austrália ou um país asiático seja o escolhido. A ThyssenKrupp pretende investir cerca de 1,5 bilhão de euros na nova siderúrgica, que terá capacidade anual de produção entre 4 milhões e 5 milhões de toneladas de aço, destinada principalmente às exportações.

Diretores da ThyssenKrupp não descartam a possibilidade de fechar uma parceria com um produtor de minério de ferro do país escolhido como parte do projeto. O grupo alemão fechou o ano financeiro 2003/2004 com lucros recordes de aproximadamente 800 milhões de euros, resultantes principalmente da alta mundial dos preços do aço.

Autor(es): Diário do Comércio

facebook      twitter      google+

Comentários

21/04/12 às 18:47h
vitor moraes
Empresa: vitor moraes
Essa empresa continua a empregar mão-de-obra escrava turca, como fazia nas decadas de 70 e 80? Os turcos e outros estangeiros ainda são tratados como cães pelos alemães?

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas