Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Como detectores de gás funcionam

Os vários tipos de dectores de gás e suas aplicações

Mais notícias relacionadas a controle & instrumentação:

Diferença entre calibração e validação
A calibração é um processo adotado para assegurar que a medição de um instrumento é ...


Hotsite esclarece mitos sobre refrigeração com CO2
Danfoss também traz ferramentas de cálculo para avaliar potencial economia energética.


Nova tecnologia economiza energia no resfriamento de inversores
Desenvolvido pela multinacional dinamarquesa, o back-channel evita superaquecimento e efeitos consequentes.


Detectores de gásO detector de gás serve para medir e indicar a concentração de determinados gases no ar através de diferentes tecnologias. Normalmente é empregado para impedir a exposição a substâncias tóxicas e incêndio. Detectores de gás são frequentemente operados por dispositivos a bateria e utilizados para fins de segurança. Eles são fabricados como unidades portáteis ou estacionárias (fixas) e unidades de trabalho, indicando altos níveis de gases através de uma série de indicadores visíveis ou audíveis, como alarmes, luzes ou uma combinação de sinais. Embora muitas das unidades antigas de detectores de gás padrão fossem originalmente fabricadas para detectar um gás, modernos dispositivos multi-gás ou multifuncionais são capazes de detectar vários gases ao mesmo tempo. Alguns detectores podem ser utilizados como unidades individuais para monitorar pequenas áreas de trabalho, ou podem ser combinadas unidades para criar um sistema de proteção.

Como detectores de gás medem uma concentração de gás especifico, a resposta do sensor serve como ponto de referência ou de escala. Quando a resposta dos sensores ultrapassa um nível pré-determinado, um alarme será ativado para avisar o usuário. Existem vários tipos de detectores disponíveis e a maioria tem a mesma função: monitorar e alertar sobre os níveis de gases perigosos. No entanto, quando se considera o tipo de detector a ser instalado, é útil considerar as diferentes tecnologias de sensores.

Detector de gás e suas tecnologias

Detector de gásOs detectores de gás são classificados pelo tipo de gás que detectam: inflamáveis ou tóxicos. Dentro desta ampla classificação, eles estão mais definidos pela tecnologia que usam: sensores catalíticos e infravermelhos detectam gases combustíveis e eletroquímicos, e tecnologia de semicondutor de óxido metal geralmente detectam gases tóxicos.

Medição dos gases tóxicos

Sensores eletroquímicos ou células são geralmente usados na detecção de gases tóxicos como o monóxido de carbono, cloro e óxidos de nitrogênio. Eles funcionam por meio de sinais de eletrodos quando um gás é detectado. Geralmente, esses tipos de detectores são altamente sensíveis e emitem sinais de alerta através de correntes elétricas. Vários fabricantes produzem esses detectores com um display digital.

Semicondutor de Oxido Metal, ou MOS, são também utilizados para a detecção de gases tóxicos (geralmente monóxido de carbono) e trabalham através de um filme sensível a gás composto de estanho ou óxido de tungstênio. O filme sensível reage com gases, desencadeando um dispositivo quando os níveis tóxicos estão presentes. Geralmente, os sensores de óxidos metálicos são considerados eficientes devido a sua capacidade de operar em faixas de baixa umidade. Além disso, eles são capazes de detectar uma série de gases, incluindo combustíveis.

Medição de gases combustíveis

Atualmente o um grande número dos detectores de gás fabricados são os sensores catalíticos. Esta tecnologia é utilizada na detecção de gases combustíveis, tais como hidrocarbonetos, e funciona através de oxidação catalítica. Os sensores deste tipo de detector são tipicamente construídos a partir de uma bobina de fio de platina tratada. Quando um gás combustível entra em contato com a superfície do catalisador, ela é oxidada e a resistência da fiação é alterada pelo calor que é liberado. Um circuito de ponte é normalmente usado para indicar a mudança de resistência.

Sensores infravermelhos ou detectores de IR trabalham através de um sistema de transmissores e receptores para detectar gases combustíveis, especialmente os vapores de hidrocarbonetos. Normalmente, os transmissores são fontes de luz e receptores são detectores de luz. Se o gás está presente no caminho óptico, interferirá com o poder da transmissão de luz entre o emissor e o receptor. O estado alterado da luz determina se e que tipo de gás está presente.

Aplicações comuns de detectores de gás

Embora os detectores sejam uma aplicação essencial para a segurança doméstica e comercial, também são empregados em muitos setores industriais. Os detectores de gás são usados em atividades de soldagem para detectar gases tóxicos e combustíveis e em centrais nucleares, para detecção de gases combustíveis. Eles também são comumente utilizados para detectar vapores perigosos em estações de tratamento de águas residuais.

Os detectores de gás são muito eficientes em espaços confinados, onde não há ocupação permanente do trabalhador. Esses espaços incluem tanques, poços, vasos e caixas de armazenagem. Detectores também podem ser colocados em um local para detectar toxinas antes da entrada dos ocupantes.

Informações adicionais do detector de gás

Embora os detectores de gás geralmente sejam uma tecnologia confiável, com alguns modelos capazes de durar até cinco anos, a sua devida função é geralmente dependente da manutenção do usuário, da inspeção da bateria e da calibração. A calibração é um procedimento executado para garantir a segurança dos detectores estarem medindo o nível correto de gás. Além disso, o tempo de vida dos detectores de gás também depende muitas vezes da quantidade de vapores de gás a que estão expostos. A calibração deve ser frenquente, pois sensores contaminados podem não registrar os níveis de gases perigosos.

Flávio Saraiva

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a controle & instrumentação:

Como funciona uma matriz lógica programável

Uma matriz lógica programável (em inglês, programmable logic array ou PLA) é um dispositivo que proporciona um ou mais níveis de saída lógica com base ...
Fluke faz promoção para equipamentos da série DTX e MicroScanner2

A Fluke Networks, fornecedora de soluções inovadoras para instalação e certificação, teste, monitoramento e análise de redes de cobre, fibra óptica e wireless, anuncia duas campanhas ...
Coeficiente de transferência de calor

O coeficiente de transferência de calor define a facilidade com que o calor passa de um material para outro, normalmente de um sólido para um líquido ou ...
Como funciona um sensor de torque

Um sensor de torque mede a quantidade de força de rotação em componentes mecânicos. As medições são transmitidas aos operadores ou sistemas de controle, a ...
Como se faz análise de umidade

Análise de umidade é a determinação da quantidade de água em uma dada substância. Normalmente, é relatada como uma percentagem de umidade com base no peso. Por inúmeras ...
O que é radiografia industrial

Radiografia industrial é um método de teste para falhas e defeitos ocultos em vários tipos de materiais, utilizando-se raios-X ou radiação gama. A radiografia industrial é semelhante à tecnologia m ...
O que é uma inspeção radiográfica

Inspeção radiográfica é uma técnica de ensaio não destrutivo utilizada para avaliar sinais de falhas em objetos e componentes que possam interferir na sua função. Isto ...

Controle & Instrumentação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Controle & Instrumentação


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google