Repsol anuncia mais uma descoberta em Serra LeoaA Repsol, em conjunto com suas parceiras, a companhia britânica Tullow e americana Anadarko, anunciaram mais uma descoberta de indícios de óleo leve em águas de Serra Leoa. A coluna de hidrocarbonetos de 41 metros descoberta no poço Mercury-1 evidencia todo o potencial de um local ainda pouco explorado. A previsão é de que a Repsol continue o empreendimento na região, uma vez que a companhia foi a primeira a dar início aos projetos de exploração nessa região africana. Após as recentes descoberta e muito êxito nas atividades de exploração já realizadas até hoje, a empresa e suas parceiras continuarão atuando conjuntamente.

O poço Mercury-1, que foi perfurado a 64 km ao sudeste do poço Venus B-1, onde já foram localizados, em 2009, amostras de hidrocarbonetos líquidos e gás a uma profundidade de 5.639 metros. Agora, os resultados da descoberta passam por novas avaliações e análises, que, junto com novas perfurações de poços, ajudarão a determinar a viabilidade comercial de produção de petróleo da zona.

A descoberta no Bloco SL-07B-10 a uma profundidade de 4.862 metros, sob uma lâmina de água de 1.600 metros de profundidade foi realizada pelas parceiras Repsol, Anadarko e Tullow, integrantes do consórcio de exploração. A Repsol é detentora de 25% dos ativos de participação, a Anadarko detém 65% e a Tullow fica com os 10% restantes.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás