De acordo com gerente de gestão de efetivo, Lairton Correa, a companhia petrolífera Petrobras deverá abrir concurso público em 2011. O gerente afirma que estimativa é de sejam criados aproximadamente 6 mil novos postos de trabalho por meio de concurso público com o objetivo de suprir a demanda que irá surgir com a exploração do pré-sal. Até 2013, os concursados já começam a ser incorporados ao quadro de funcionários da Petrobras, que atualmente é de 58 mil funcionários – a projeção é de que em 2013 sejam cerca de 64 mil.

O concurso a ser realizado no ano que vem abrange cargos de nível médio e superior, com salários entre R$ 1.647,19 a R$ 5.685,07. Seguir carreira na companhia proporciona alguns benefícios, como previdência complementar, participação nos lucros, planos de saúde com cobertura médica, odontológica, psicoterápica, bem como auxílio farmácia e bolsa-educação para filhos de funcionários, que vão desde a creche ao Ensino Médio.

Lairton Correa não confirmou quando será lançado o edital e também não certeza quanto ao número exato de vagas. “O RH ainda está verificando as carências de cada área, cargos e localidades, levando em consideração cada unidade da Petrobras. Depois, faz novo processo seletivo, move empregados experientes para as atividades novas, e supre os postos de trabalho que ficaram em aberto”.

Correa ainda explica que o departamento de Recursos Humanos da Petrobras trabalha de modo integrado ao planejamento estratégico da empresa, analisando o quadro efetivo existente e o efetivo necessário. “Na medida em que a necessidade de cada área é suprida, novos processos seletivos vão sendo abertos”, esclarece o gerente.

Atualmente, os cargos de maior demanda de vagas são engenheiros de equipamentos, de petróleo, naval e de processamento, bem como geólogos, geofísicos (todos de nível superior), técnicos de manutenção e de operação (com formação técnica). O setor de exploração e produção, incluindo as operações em plataformas e nos campos de petróleo, necessita de técnicos de perfuração de poços e de manutenção de equipamentos. Na parte de refinaria são necessários operadores e técnicos de manutenção e engenheiros de processamento e equipamento. É crescente também a necessidade de profissionais nos setores de gás e energia.

Fonte: TN Petróleo


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial