Às vésperas de completar 60 anos, no dia 31 de outubro, a Acesita S/A - controlada pelo grupo Arcelor -, única produtora integrada de aços planos inoxidáveis e siliciosos da América Latina, localizada em Timóteo (Vale do Aço), já planeja seu futuro. No curto prazo, a companhia pretende apliar sua capacidade de produção para 950 mil toneladas por ano, ante as 900 mil toneladas produzidas atualmente. O objetivo será atingido com a otimização dos processo em um período de cerca de dois anos. O presidente da siderúrgica, Luiz Anibal de Lima Fernandes, admite a possibilidade de construir, provavelmente a partir de 2008, uma nova unidade de laminação a frio para atender o aquecimento da demanda no mercado doméstico e da América Latina. O projeto deve absorver investimentos da ordem de US$ 200 milhões.

Confirmando as boas expectativas, a siderúrgica - que trabalha com 100% de sua capacidade instalada - realizou grandes negócios e fechou o primeiro semestre deste ano com lucro de R$ 191,1 milhões, com Ebtida semestral de R$ 461 milhões, índice 84% superior se comparado com o mesmo período do ano passado. O bom desempenho sinaliza para uma receita líquida da ordem de R$ 3 bilhões para este ano.

Autor(es): Diário do Comércio

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas