Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Fusão cria Mittal, o maior produtor de aço do mundo

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


Fusão cria Mittal, o maior produtor de aço do mundoA fusão entre as holandesas LNM Holdings e a Ispat International e a americana International Steel Group (ISG) dará origem à Mittal Steel, que será o maior grupo siderúrgico do mundo. O novo conglomerado, de acordo com nota divulgada ontem pela LNM Holdings, terá capacidade de produção da ordem de 70 milhões de toneladas anuais, com operações em 14 países e cerca de 165 mil funcionários. A operação deverá ser concluída até o final do primeiro trimestre de 2005.

A européia Arcelor, até então a maior siderúrgica mundial, tem capacidade de produção de 44 milhões de toneladas por ano.

De acordo com cálculos da LNM Holdings, a Mittal Steel fechará 2004 com faturamento mundial pró-forma de US$ 31,5 bilhões e lucro líquido entre US$ 6,8 bilhões e US$ 7 bilhões. As vendas de aço devem totalizar 57 milhões de toneladas - o equivalente a 6% do total mundial, que, de acordo com especialistas, deverá alcançar 950 milhões de toneladas neste ano. No Brasil, as vendas não deverão ultrapassar os 33 milhões de toneladas.

Primeiramente, será formalizada a fusão entre a Ispat International e a LNM Holdings - que têm como principal acionista e dirigente o indiano Lakshmi Mittal. A Ispat vai emitir 525 milhões de novas ações, operação avaliada em US$ 13,3 bilhões pela cotação dos papéis da empresa, na última sexta-feira, pela Bolsa de Nova York (Nyse).

Parte das ações será utilizada para a aquisição da americana International Steel Group. As siderúrgicas européias vão desembolsar, ao todo, US$ 4,5 bilhões pelos ativos do ISG, grupo formado em 2002 pelas concordatárias LTV Steel, Acme Steel, Bethlehem Steel, Weirton Steel e Georgetown. Juntas, têm capacidade de produção de 20 milhões de toneladas e faturamento de US$ 9 bilhões.

A Ispat International possui operações em 6 países (na América do Norte e na Europa) e tem capacidade de produção de cerca de 18 milhões de toneladas anuais. As vendas para este ano estão estimadas em US$ 8,3 bilhões. Já a LNM Holdings possui unidades fabris em oito países (na Europa, Ásia e África). A capacidade produtiva da empresa é de cerca de 32 milhões de toneladas. Seus executivos prevêem faturamento global da ordem de US$ 14,5 bilhões. A família Mittal possui 77% da Ispat International e 100% da LNM Holdings que, de acordo com seus executivos, não possui dívidas. Lakshmi Mittal, de 54 anos, é o quinto homem mais rico da Grã-Bretanha, com uma fortuna acumulada de 3,5 bilhões de libras esterlinas.

A nova siderúrgica terá sede em Roterdã, na Holanda. De acordo com cálculo de especialistas, o valor de compra do International Steel Group (ISG) é de US$ 42 por ação, um ágio de 42% em relação ao preço dos papéis na Bolsa de Nova York (Nyse) na última sexta-feira. Os acionistas da ISG deverão receber US$ 21 por ação em dinheiro além de um determinado volume de ações da Mittal Steel - a quantidade será definida pela média do valor dos papéis nos próximos 20 dias. Além de Nova York, as ações da nova gigante siderúrgica serão listadas na Euronext, de Amsterdã.

O indiano Lakshmi Mittal vai comandar as operações mundiais da Mittal Steel. O atual presidente do International Steel Group (ISG), Wilbur Ross (um dos principais acionistas do grupo), será membro do conselho da nova empresa, enquanto o presidente da siderúrgica norte-americana, Rodney Mott, vai comandar as operações do grupo nos EUA.

Mittal lidera hoje a consolidação de um setor que comemora o preço recorde de seus produtos - que se recuperam dos mais baixos patamares observados nos últimos 20 anos, fato que contribuiu, em 2002, para a falência dos predecessores do International Steel Group. Naquele mesmo ano foi formalizada a criação da Arcelor, que até a semana passada era considerado o maior conglomerado siderúrgico do mundo. A empresa, com sede em Luxemburgo, foi resultado da fusão entre a francesa Usinor, a Arbed, de Luxemburgo, e a espanhola Aceralia Corporación Siderúrgica.

As siderúrgicas estão fazendo alianças globais e efetuando aquisições em todo o mundo para conquistar maior participação de mercado e conseguir atender a uma fatia maior de clientes, como fabricantes de automóveis e de eletroeletrônicos. 'A siderurgia permanece como uma das indústrias mais fragmentadas. Atualmente, os grandes players do setor buscam a consolidação de seus negócios', afirmou Lewis Johnson, um analista da T. Rowe Price, dos EUA.

'A formação da Mittal Steel confirma o cenário traçado por nós; acreditamos que a indústria siderúrgica, nos próximos cinco a dez anos, abrigará cinco ou seis grupos mundiais, com capacidade de produção de 80 milhões a 100 milhões de toneladas por ano', afirmou em nota Guy Dollé, presidente mundial da Arcelor. A empresa fechou o ano passado com vendas de 40 milhões de toneladas e faturamento de € 29,5 bilhões.

Panorama mundial

'A transação vai mudar radicalmente o panorama da siderurgia mundial', afirmou Mittal em uma teleconferência a analistas. 'Estamos criando uma potência'. A combinação entre a LNM e a Ispat será concluída no final do ano; os ativos do ISG serão integrados até março do ano que vem.

De acordo com o Aditya Mittal, diretor da LNM, a fusão vai cortar custos de produção, mas o montante não foi informado. A nova empresa não deverá cortar postos de trabalho nem prevê o fechamento de fábricas. As dívidas da nova empresa serão da ordem de US$ 3,2 bilhões.

Cerca de 40% das atividades da Mittal Steel estarão concentradas na Europa; 30% nas Américas e o restante na Ásia e África.

Infomet

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google