StatoilA companhia de petróleo Statoil SA, operadora de licença de produção 269, comunicou o término da atividade de perfuração do poço pioneiro 35/1-2 S. O poço, que estava seco, está localizado a cerca de 12 km a oeste do campo Peon, no Mar do Norte.

A finalidade da perfuração do reservatório era comprovar a existência de petróleo nas rochas do reservatório Jurássico (formação Cook). O objetivo secundário da exploração foi para detectar a existência de petróleo provado na formação que data da Idade do Paleoceno.

O poço foi perfurado a uma profundidade vertical de 4.099 metros abaixo da superfície do mar, e foi encerrado na formação Statfjord da Idade do Jurássico. A profundidade da água na área é de 410 metros. O poço agora será permanentemente fechado e abandonado.

O poço 35/1-2 S foi perfurado com uso do equipamento de perfuração Transocean Líder, que irá agora proceder à licença de produção 303 no Mar do Norte a fim de perfurar o poço pioneiro 15/6-12, onde a Statoil é a operadora. A Statoil é o único operador com concessão na licença de produção 269, detendo 100% de participação.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás