Polietileno de alta densidade (PEAD)O Polietileno de alta densidade (PEAD) é um tipo de plástico feito a partir do petróleo. Uma vez que este material aceita ser remoldado por fusão e posterior modelagem, ele é classificado como um polietileno termoplástico. Esse material também pode unir-se em pequenos fragmentos quando soldado ou usinado. No entanto, o polietileno de alta densidade não aceita muito bem os adesivos. Os produtos feitos de polietileno de alta densidade são marcados pelo número "2", reconhecido como o símbolo de reciclagem universal.

Como o nome sugere, um suprimento como o polietileno de alta densidade é mais denso do que a maioria dos plásticos de outros polímeros, ou seja, os polietilenos de baixa densidade. Isto se explica devido à sua estrutura de cristalização que ocorre de forma linear em vez de ocorrer uma ramificação para formar longas cadeias de polietileno. Tal fato permite que o produto final obtenha maior resistência à tração, mesmo que ele se apresente mais leve que a água. Isso faz do polietileno de alta densidade um material altamente resistente aos ácidos e solventes.
Produtos feitos de polietileno de alta densidade (PEAD)

A produção de polietileno de alta densidade não acontece naturalmente. O que acontece é que a falta de ramificação durante o processo de polimerização é deliberadamente induzida pela adição de um tipo de reagente conhecido como um catalisador Ziegler-Natta. Normalmente, esses catalisadores são derivados de compostos de titânio.

Por ter algumas características especiais como durabilidade e por ser quimicamente não-reativo, o polietileno de alta densidade tem inúmeras aplicações em diversos setores. Ese é utilizado na fabricação de muitos tipos diferentes de embalagens, como garrafas de leite e sabão em pó, além de sacos plásticos. Também são encontrados em sistemas de armazenamento projetados para armazenar produtos químicos e combustíveis. De fato, polietileno de alta densidade é aproveitado na produção de materiais que irão atuar como barreiras químicas, incluindo os revestimentos que são colocados sob aterros para evitar contaminação do solo e águas subterrâneas. Um dos usos mais comuns desse material é na fabricação de compósitos de plástico e de madeira para fazer móveis, pisos, vedações e materiais de paisagismo.

Em termos de impacto ambiental, os produtos feitos de polietileno de alta densidade não são rapidamente biodegradáveis em aterros. Tais produtos podem ser reciclados, porém, ainda correndo o risco de perder alguma da sua força original de tração. Uma vez que este material é feito de hidrogênio e carbono, ao ser submetido a altas temperaturas, acaba liberando água e dióxido de carbono. No entanto, os aditivos, como os retardadores de chamas, estabilizantes-UV, corantes e demais substâncias podem produzir outras toxinas. Além disso, alguns grupos ambientalistas expressam preocupação com o risco potencial do desprendimento de ftalatos utilizados na produção de alguns brinquedos de crianças, feitos de polietileno de alta densidade, tais como as chupetas e bicos de mamadeiras.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais