FPSO P-57 inicia a produção de petróleo no BrasilO FPSO P-57, construído pela SBM Offshore, começou a produção de petróleo no último dia 17 de dezembro de 2010, no campo Jubarte, localizado na Bacia de Campos. Esta etapa do projeto, com a entrega do FPSO para a Petrobras, aconteceu dois meses antes da data prevista.

O contrato inicial para o fornecimento do FPSO para a Petrobras foi assinado em fevereiro de 2008, com a entrega da unidade prevista depois de 33 meses, com um prazo de mais dois meses para a instalação do navio na costa brasileira. As obras de construção do navio de armazenamento e explotação de petróleo foram realizadas tanto em Cingapura quanto Brasil, com a exigência contratual de 65% das obras fossem realizadas no Brasil.

 Plataforma P-57 da PetrobrasA SBM Offshore vai operar as instalações durante os três primeiros anos de produção no campo de Jubarte, que está localizada a 80 km da costa do Espírito Santo, a uma profundidade de água de 1.260 metros. O FPSO produzirá óleo a 17 graus API, sendo capaz de processar até 180 mil barris de petróleo e dois milhões de metros cúbicos de gás por dia, facilitando a produção de 22 poços interligados, dos quais 15 são poços produtores e sete são poços injetores.

Este projeto é uma das instalações mais tecnicamente complexas da SBM Offshore a ser projetado e construído para a Petrobras até este momento, e também um dos mais desafiadores em termos de execução do projeto com a exigência de conteúdo local para a construção do FPSO no Brasil.

Sobre a SBM Offshore

A SBM Offshore NV é um grupo holandês com base global de empresas que vendem sistemas e serviços para a indústria offshore de petróleo e gás. Todas as empresas integrantes do grupo iniciaram suas atividades offshore no início dos anos 1950, e a SBM, posteriormente, tornou-se pioneira em sistemas de único ponto de amarração (SPM). A empresa aluga e opera navios FPSO (Floating Production Storage Offloading, ou navio Flutuante de Produção, Armazenamento e Descarregamento), e está envolvida no projeto e engenharia de navios de perfuração dinamicamente posicionados, plataformas jack-up de perfuração e pesados guindastes offshore.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás