Uma pesquisa realizada pela publicação Noticiário de Equipamentos Industriais (NEI), do grupo Lund, identificou as intenções de investimento de 770 fábricas para o período de abril deste ano a março de 2005. Os resultados mostraram que a compra de máquinas e equipamentos está entre as prioridades das empresas. Juntas, elas estimam gastos de US$ 142 milhões nesses doze meses, sendo 24,2% desse total destinados à área mecânica.

'As empresas estão investindo em máquinas de produção, centros de usinagem, tornos para modernizar, automatizar, as fábricas', disse o diretor da NEI, Alípio Ferreira. Para o executivo, o maior esforço exportador e as exigências no mercado externo estão entre os principais motivos desses investimentos. Além disso, considerou, a redução do Imposto de Produtos Industrializados (IPI) para o setor de máquinas, promovida pelo governo federal este ano, funcionou como um estímulo.

A NEI atua no segmento de equipamentos industriais há 30 anos. Segundo a pesquisa da publicação, o restante do investimento previsto pelas áreas de compras das fábricas divide-se entre a aquisição de matérias-primas (21,5%), a área elétrica (20%), a área hidráulica e pneumática (4,9%) e as ferramentas (2,7%). Os entrevistados citaram aproximadamente 1,5 mil produtos de interesse. Desses, 69% de mecânica, 61% de elétrica, 52% insumos como borracha, plásticos e produtos químicos, 52% produtos de ferramenta, 45% de hidráulica e pneumática e 25% de eletrônica.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos