Filamentos para escovasAs escovas são componentes essenciais para limpeza e são utilizadas em diversos processos de rebarbação, não importando se as ferramentas são manuais ou fazem parte de equipamentos elétricos. O tipo, o comprimento das fibras e a largura das cerdas são determinados pelas exigências da aplicação e do material do substrato ou da superfície que será tratada. Por exemplo, as escovas com filamentos longos são usadas em tratamentos pouco abrasivos. Os filamentos são fabricados em diversos materiais, geralmente sintéticos, naturais ou de metais, que são moldados ou processados para criar diferentes graus de força.

Filamentos sintéticos: nylon

O nylon é um filamento muito comum usado em vários tratamentos pesados, abrasivos. O material é distinguido pela sua resistência ao calor, com alguns tipos que caracterizam um ponto de fusão de aproximadamente 400 graus. Filamentos feitos de nylon geralmente são usados em aplicações molhadas ou secas, e geralmente são resistentes a uma série de solventes. As fibras de nylon são fabricadas com diferentes pontos fortes e diâmetros. Por serem mais fortes, os nylons abrasivos são adequados para os tratamentos em aplicações pesadas, como afiação e rebarbação, e são fabricados com materiais do óxido de alumínio e do carboneto de silício para alcançar um revestimento mais forte das cerdas. As classes médias são mais adequadas para aplicações secas.

Filamento natural: tampico

Os filamentos naturais são menos abrasivos do que os materiais sintéticos e são tipicamente utilizados como tratamentos adicionais para um efeito mais forte. Os tipos mais comuns de fibras naturais incluem a crina, que é encontrada em escovas manuais e o tampico.

Tampico é uma fibra macia derivada de uma planta mexicana e é usada em processos de limpeza molhada, pois as fibras são capazes de reter água suficiente. Este material natural é comumente utilizado para preenchimento manual em madeira e em escovas de bloco de espuma, que são destinadas para um nível médio de aplicações de tratamentos abrasivos.

Filamentos de metal

Os metais são filamentos de escova primária. Variações de restaurações metálicas geralmente incluem o aço inoxidável, o aço carbono e o bronze e são comumente encontrados em configurações de escovas de roda e de tubo. Para aplicativo pesado que exija tratamento abrasivo máximo, os metais podem ser agrupados ou torcidos para formar nós densos, que cobrem mais espaço da superfície. Especialistas desaconselham exercer demasiada pressão quando se aplica os filamentos da escova de metal em uma área de superfície, pois estes materiais abrasivos são capazes de remover tintas e outros materiais exteriores.

As escovas com fios de aço inoxidável podem ser usadas em altas temperaturas e em aplicações contaminadas. Este material é distinguido pela sua resistência à corrosão, e está associado a uma rígida "composição" e capacidade de tratamento agressivo.

O aço de carbono é usado em tratamentos de abrasão em ambientes secos. Devido ao alto teor de carbono ele é utilizado em filamentos que são aplicados onde existem processos de corte.

Os fios não ferrosos incluem filamentos de aço de bronze. Este material geralmente é usado para tratamentos mais suave ou em processos moderados e se distingue pela sua resistência à ferrugem.

Arame liso, também conhecido como fio de arame temperado, é outro tipo de filamento metálico de escova. Este material é comumente usado em tratamentos altamente abrasivo.

Autor(es): Flávio Saraiva

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais