Petrobras aprova afretamento de dois novos FPSO’sEm comunicado enviado à imprensa hoje, 07 de janeiro, a Petrobras, operadora dos Blocos BMS-11 e BMS-9, anunciou a aprovação do afretamento de dois novos FPSO’s (plataformas de produção, armazenamento e descarregamento de petróleo e gás), unidades com terá capacidade de produção de até 150.000 barris de óleo e 8 milhões de m3 de gás diariamente.

Ambas as unidades servirão aos projetos-pilotos do campo de Cernambi (antes chamado de Iracema) e da área de Guará-Norte, situadas na região do pré-sal da Bacia de Santos, integrando a primeira fase do desenvolvimento da produção dos blocos BMS-11 e BMS-9, respectivamente . A estimativa é que as plataformas comecem a operar 2014, o que significa que a produção das áreas, antes previstas para depois de 2014, será antecipada.

A medida estratégica implementada pelos consórcios em relação ao afretamento visou viabilizar a antecipação da produção de tais áreas, onde os testes iniciais de vazão obtiveram resultados satisfatórios, correspondendo as expectativas. A construção e a integração dos módulos, bem como a conversão das unidades deverão ser tarefas feitas no Brasil, pelo menos é o que espera a Petrobras.

A Petrobras, com 45% de participação nas operações do Bloco BMS-9, mantém parceria no consórcio com a BG Group, com 30%, e Repsol Brasil S.A. (25%). O consórcio do Bloco BMS-11 formado pela Petrobras (operadora, com 65%), BG Group (25%) e Galp Energia (10%).

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás