Segurança do trabalho na construção civilTrabalhar em um canteiro de obras é uma arte para muitos operários, já que nem todas as empresas respeitam integralmente todas as normas estabelecidas pelas leis de segurança do trabalho na construção civil, ou seja, a norma regulamentadora NR-18, na qual está inserido o PCMAT, que significa Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Por vezes, até os próprios empreiteiros acabam não seguindo à risca as recomendações de uso de equipamentos de proteção, bem como de alguns cuidados básicos ao manusear instalações elétricas e de utilização de algum equipamento essencial na construção civil.

Para manter os trabalhadores da construção civil longe de acidentes, é comum e essencial que muitas empresas invistam em cursos de segurança da construção civil, já que manter-se atualizado sobre as exigências em saúde e qualidade de vida no trabalho no país é, obviamente, um ponto-chave na manutenção da segurança no local.

Comprovadamente, os acidentes elétricos estão entre os mais comuns no chão de fábrica e isso acontece também no setor de construção. A NBR 5410, que trata das "Instalações Elétricas de Baixa Tensão", estabelece algumas exigências de segurança nas instalações com tensão até 1500 Volts em corrente continua (CC) e até 1000 Volts em corrente alternada (CA).

Trabalhadores da construção civilA NR-10, norma regulamentadora que se refere às instalações e serviços com uso de eletricidade, determina também certas recomendações no sentido de garantir a segurança das pessoas, evitando os riscos de incêndios, explosões e choques elétricos. Nas plantas industriais e no canteiro de obras, embora a responsabilidade pelas boas condições de máquinas, ferramentas instalações elétricas sejam da equipe de manutenção, os demais departamentos e usuários também devem assegurar a disponibilidade dos equipamentos. Por isso, é essencial que todos zelem ao máximo pela conservação dos ativos operacionais.

Além disso, outras regras são válidas a fim de manter a segurança no canteiro de obras, como: manter as máquinas ligadas somente pelo período necessário, o que reduz o consumo de luz e reduz as chances de acidentes por superaquecimento; verificar o aterramento de todas as ferramentas elétricas e dos sistemas elétricos; Não derramar líquidos ou outras substâncias dentro das máquinas, assim como se deve evitar que certos objetos caiam dentro dos equipamentos, especialmente se estiverem em uso.

Outra questão a ser levada em conta são os elevados níveis de ruídos pelo funcionado de máquinas em obras, especialmente as de grande porte, que envolvem a construção de grandes prédios, estradas, pontes, etc. Os níveis de ruído são um aspecto particularmente pertinente da segurança na construção civil. Isso pode levar a uma série de questões, tanto sociais e legais. O ideal é o uso de equipamentos de proteção individual, os chamados EPI’s, dentre eles, os capacetes de segurança, botas e luvas, macacões, máscaras e cintos de segurança para os trabalhadores que atuam em alturas mais elevadas.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho