Setor industrial se beneficia do Cloud ComputingO setor industrial vem se beneficiando com o conceito de Cloud Computing (computação em nuvem), que é simples: os servidores ficam hospedados na internet, geralmente em uma infra-estrutura virtualizada, onde um servidor de hardware físico hospeda dois ou mais sistemas operacionais distintos e aplicações associadas. Tecnicamente, Cloud Computing é o uso da das capacidades de armazenamento, da memória e das capacidades cálculo dos microcomputadores com base em servidores compartilhados e interligados pela internet, tornando possível o acesso aos dados de qualquer parte do mundo.

Os fornecedores de sistemas de computação em nuvem oferecem às empresas o poder de computação que necessitam, o que a computação em nuvem uma alternativa muito interessante para a utilização dos recursos in-house. Os picos de demanda do setor industrial, talvez devido aos pedidos de final de ano e às promoções especiais, podem ser atendidos de forma fácil, rápida e com um custo relativamente atrativo.

No mundo industrial, a utilização de servidores virtualizados dentro da fábrica promove grande velocidade nos processos de produção, bem como agiliza a entrega de produtos em tempo hábil. A integração de todos os departamentos é algo que otimiza a produção, deixa todos os funcionários a par das etapas de produção e faz com que as instalações offshore também participem com a mesma intensidade.

Cloud ComputingCada aplicativo diferente a ser implantado no sistema operacional é chamado de uma imagem virtual. Novas imagens virtuais podem ser testadas off-line e, quando estiverem prontas para uso, são carregadas de modo rápido no servidor. O mundo corporativo também está adotando a computação em nuvem, devido à redução de custos e à diminuição dos servidores de Data Center, bem como dos espaços e dos custos associados. Outra vantagem é que a Cloud Computing pode ser aplicada nas redes de automação; estas, por sua vez, podem ser virtualizadas e enviadas para a nuvem. Há de se ressaltar que o uso e os benefícios destes serviços terão de ser ponderados levando em conta os custos e os riscos.

Apesar de tantas vantagens, alguns gerentes e engenheiros de automaçãodas plantas industriais ainda podem manter certas dúvidas sobre os sistemas de virtualização, especialmente em relação à segurança que esses sistemas proporcionam em detrimento do aumento da complexidade da área de Tecnologia da Informação. A computação em nuvem traz benefícios reais, mas também há razões para cautela. Os riscos incluem a perda de serviço se o servidor “sair do ar”, os problemas de regulamentação, quando os dados pessoais são armazenados a nível internacional, as preocupações de segurança quando o usuário perde o controle de como seus dados estão protegidos, entre outros.

No entanto, disponibilizar os dados armazenados na nuvem, e não apenas no servidor local, não significa necessariamente que este procedimento será menos seguro. Os dados podem igualmente ser protegidos em um ambiente de nuvem, mas é preciso garantir que os recursos adequados serão dedicados à tarefa de segurança.

Os conceitos de virtualização e de cloud computing serão cada vez mais reais nas plantas industriais nos próximos anos. Isto implicará a fusão da automação de TI e dos recursos de TI corporativos para gerar as competências necessárias a serem integradas no mundo corporativo atual. E o mundo industrial terá de se adaptar a isso.

No Brasil, por exemplo, a empresa CorpFlex é uma operadora tecnológica que disponibiliza aos seus clientes as mais modernas soluções em Infraestrutura de TI com especial atenção para a Cloud Computing, por meio da Plataforma de Serviços Colaborativos (PaaS), responsável por integrar seus fornecedores, parceiros e clientes. A companhia está sediada na cidade de Barueri (AlphaVille - SP) e possui dois dos maiores Data Centers do Brasil. Mais informações no site www.corpflex.com.br.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação