OGX descobre hidrocarbonetos no poço OGX-25 na Bacia de CamposA OGX Petróleo e Gás Participações SA, companhia de petróleo e gás do empresário Eike Batista, com a maior campanha exploratória do setor privado no País, anunciou hoje a presença de hidrocarbonetos na seção Eoceno do poço 1-OGX-25-RJS, completando as notícias sobre a descoberta anunciadas em dezembro de 2010, na seção albocenomaniana do poço 1-OGX-25-RJS, no bloco BM-C-39, localizado em águas rasas da Bacia de Campos. A OGX possui 100% de participação no bloco.

OGXApós anunciar as informações ao mercado em 08 de dezembro de 2010, a perfuração do poço OGX-25 continuou, chegando aos reservatórios carbonáticos na seção do Albiano-Cenomaniano, o que facilitou determinar uma coluna total de cerca de 198 metros e net pay total por volta de 145 metros para a seção mencionada, em comparação com os 125 metros de coluna e 116 metros de net pay anteriormente divulgados.

Além disso, os estudos efetuados abrangiam alguns testes a cabo e de perfilagem, que também permitiram a identificação de hidrocarbonetos em reservatórios arenosos da seção Eoceno, especificamente um acúmulo de gás com uma coluna de aproximadamente 16 metros e net pay de cerca de 8 metros.

Deve-se notar que o nome do poço 1-OGX-25-RJS passou a ser 6-OGX-27P-RJS, com a perfuração da seção do Albiano. Sua perfuração continuará até uma profundidade total estimado de 3.100 metros. Este poço está localizado no C-39, bloco BM, a cerca de 94 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro, em lâmina d'água de aproximadamente 105 metros. A sonda Pride Venezuela iniciou as atividades de perfuração no local em 14 de novembro de 2010.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás