Características da energia cinéticaA energia extra que um objeto possui quando está em movimento é conhecido como energia cinética. Este movimento do objeto pode ser em qualquer direção possível, e há vários tipos diferentes de movimento pelo qual um objeto pode se mover. A energia cinética pode ser descrita como a quantidade de trabalho que seria necessária ao objeto com a finalidade de aceleração, a partir de um estado de repouso até sua velocidade atual. A quantidade de energia cinética que um objeto pode ter é descrita simplesmente como uma magnitude, e não representa a sua direção de deslocamento.

Energia cinéticaA equação matemática utilizada para descrever a energia cinética de um objeto não-rotativo é a seguinte: KE = ½ m * ² v * . Na equação anterior, KE é a energia cinética do objeto, enquanto “m” representa a massa e “v” sua velocidade. Pode-se chegar ao número resultante calculando a energia cinética, descrita em joules, que representa a unidade de trabalho. A equação da energia cinética diz que a energia cinética de um objeto é diretamente proporcional ao valor da sua velocidade ao quadrado. Por exemplo, se a velocidade de um objeto duplica, isso significa que sua energia cinética irá aumentar em quatro vezes mais, se a velocidade triplica, a energia cinética deve se elevar em nove vezes, e assim por diante.

A equação anterior descreveu a energia cinética em termos de mecânica clássica, o que significa que o objeto é rígido e seu movimento é simplificado. Isso é conhecido como movimento de translação, no qual um objeto simplesmente se move de um ponto a outro. Há outras maneiras de um objeto mover-se, em que sua energia cinética pode ser mais complexa, incluindo o movimento de vibração e o movimento de rotação. Há também casos em que os objetos interagem e podem transferir energia cinética entre um e outro.

Muitos objetos simultaneamente em movimento têm o que é denominado de energia cinética de um sistema, em que a quantidade total de energia é igual à soma da energia cinética de cada um dos objetos individuais. As equações para calcular a energia cinética se tornam mais complexa com existem a energia rotacional e a energia vibracional, e quando existe um sistema de objetos com diversos tipos de movimento ou objetos não-estáticos. Da mesma forma, o cálculo da energia cinética também se torna muito mais complicado quando aplicados conceitos de mecânica quântica e outros tipos de física moderna.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia