Sany apresenta primeira escavadeira montada no BrasilA Sany, uma das maiores fabricantes de máquinas para engenharia do mundo, apresentou seu primeiro equipamento montado no Brasil. Trata-se de uma escavadeira hidráulica do modelo SY215C, com capacidade para 21,5 toneladas. O equipamento será o carro-chefe da Sany no Brasil. “Os equipamentos da Sany vão contribuir para infraestrutura brasileira, principalmente, na construção de rodovias. Por isso, a nossa prioridade é a produção nacional das máquinas da linha amarela de construção”, enfatizou o vice-presidente da companhia, David Cui.

Com capacidade para produzir até 100 escavadeiras por mês, a planta da Sany em São José dos Campos será responsável também pela montagem de guindastes no Brasil. A expectativa é de que o primeiro equipamento fique pronto em março. A produção anual pode chegar a 500 unidades. As linhas de montagem de guindastes e escavadeiras da companhia compartilham os 10 mil m² da unidade fabril da Sany e compõem a estratégia da companhia para chegar a 2014 faturando R$ 2 bilhões no Brasil, mantendo o caminho de bons resultados, que teve início em 2009, quando a Sany faturou R$ 15,3 milhões, localmente. Em 2010, esse desempenho mais que triplicou e os resultados ficaram em R$ 51 milhões. Para 2011, o objetivo da Sany é chegar à casa dos R$ 255 milhões de faturamento.

O vice-presidente da empresa acredita na conquista dos resultados projetados com base nas boas perspectivas do País e também pelo empenho da Sany em agregar serviços aos produtos da companhia. “No mercado global, nossa arma é a oferta de serviços de alta qualidade junto aos nossos parceiros para garantir o constante e eficiente funcionamento da máquina e, por conseqüência, gere lucros ao cliente”, afirmou Cui. Ao todo, a empresa conta com 11 dealers, que atendem todas as regiões do País.

Pós-vendas

Foto de Lucas Ruiz LacazO gerente nacional de vendas, Marcos Henrique Bezerra, aponta como diferencial a instalação de “warehoure” (depósitos de peças da fábrica), inclusive da unidade principal, já em funcionamento, localizada em Osasco/SP. “Acreditamos que o segmento de linha amarela terá um crescimento de 150% entre 2010 e 2011. Acompanhar essa onda de crescimento envolve um intenso apoio de pós-vendas e manutenção, como a Sany já está se estruturando. Inclusive, já traduzimos as especificações de pelo menos 80%, das 26 mil peças que trabalhamos”, lembrou Bezerra.

Os dealers também contam com apoio da Sany na capacitação de mão-de-obra. Segundo Bezerra, profissionais como mecânicos e operadores participam a cada dois meses de cursos técnicos ministrados pela Sany para que saibam extrair o máximo do equipamento. O mesmo conceito de capacitação contínua se aplica aos profissionais Sany. Pelo menos 60 deles foram até a China para adquirir conhecimentos necessários na fabricação de máquinas no Brasil. Durante três meses, eles vivenciaram a cultura da empresa e dos trabalhadores chineses. Outro grupo, formado por nove gestores, foi enviado até a matriz para conhecer os objetivos de negócio da fabricante.
Atualmente, a Sany do Brasil conta com aproximadamente 150 profissionais. “O quadro de colaboradores deve chegar a 380 pessoas em 2011, sendo 85% formado por brasileiros”, finalizou o diretor de Recursos Humanos da companhia, Adenilson Carvalho.

Presença Mundial

A Sany Group conta com 30 filiais espalhadas pelo mundo, ligadas a uma rede de vendas e distribuição que alcança 110 países. Em 2010, a Sany Group faturou R$ 12,5 bilhões. A filial brasileira é o primeiro braço do Grupo na América Latina e a quarta fábrica fora da China, somando esforços às unidades dos Estados Unidos, Alemanha e Índia.

Sobre o Grupo Sany

Fundada em 1989, a Sany Group dedica-se à produção de máquinas de engenharia, tendo como principais produtos máquinas voltadas à construção civil, pavimentação, escavação, estacas, guindastes, máquinas portuárias e de mineração. Globalmente, registrou um faturamento de R$ 12,5 bilhões em 2010, tendo crescido uma média de 50% ao ano na última década. A Sany Group emprega cerca de 5% do seu faturamento anual em pesquisa e desenvolvimento e possui um centro tecnológico que já viabilizou a conquista de 536 patentes e mais de 70 tecnologias básicas.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas