A Nestlé informou que "suspendeu temporariamente" as operações em suas três plantas industriais no Egito, devido à instabilidade política em curso no país.

Vinte funcionários da empresa expatriados e suas famílias foram retirados do país. A gigante da indústria de alimentos emprega 3.000 pessoas, em três unidades de produção. Centenas de milhares de egípcios se reuniram, ontem, 1º de fevereiro, para o maior dia de protestos de toda a campanha na tentativa de derrubar o presidente Hosni Mubarak, que está há 30 anos no poder.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas