A gigante eletrônica Sony anunciou nesta terça-feira, 02 de fevereiro, que vai comprar a subsidiária chinesa Suzhou Epson, pertencente à Seiko Epson, produtora das telas de cristal líquido, uma vez que procura atender à crescente demanda mundial por aparelhos como smartphones.

A Sony também informou que o valor da compra é equivalente à soma de US $ 118 milhões, e que um dos seus objetivos é produzir os aparelhos sem ter que terceirizar o processo; assim, a empresa pode manter o total controle sobre a cadeia produtiva.

A Seiko Epson, fabricante de impressora e componentes eletrônicos, com sede na Província de Nagano, região central do Japão, planeja vender sua unidade chinesa, Suzhou Epson, à Sony no final de setembro deste ano. Para a Seiko Epson, a venda permite realinhar parte de suas operações e direcionar mais recursos em outros setores, como fazer displays para projetores.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas