Vidro resistente ao calorO vidro resistente ao calor é o tipo de vidro mais resistente a choques térmicos existente para uso industrial. Por conseguinte, é apropriado para a construção e demais aplicações onde as mudanças na temperatura causem provável quebra de qualquer outro tipo de vidro comum. O vidro resistente ao calor é geralmente feito em vidro de borosilicato, de sodo-cálcico temperado ou vitrocerâmica.

Quando a maioria dos materiais vitrílicos é aquecida, há expansão e posterior retração quando esses materiais são resfriados. Essa propriedade é conhecida como a expansão térmica e o número que designa a quantidade de um determinado material se expandindo ou se contraindo é chamado de coeficiente de expansão térmica. O vidro tem um coeficiente de expansão térmica elevado, o que significa que ele se expande muito rapidamente quando aquecido. Essa rápida expansão pode causar o estilhaçamento do vidro, uma consequência conhecida como choque térmico. O vidro pode ser feito para resistir ao choque térmico, alterando a sua composição química, método de fabrico ou ambos.

Vidro resistenteO vidro comum é feito pela mistura de dióxido de silício, calcário, carbonato de sódio e pequenas quantidades de outros minerais. Isso é conhecido como vidro de soda-cal e é utilizado para a fabricação de garrafas de vidro e frascos. Em fins de 1900, o químico alemão Otto Schott inventou o vidro de borosilicato, adicionando boro à mistura.

O vidro de borosilicato é mais leve e mais forte do que o vidro de soda-cal, possui um ponto de fusão mais elevado e conta com uma taxa muito menor de coeficiente térmico. Ele é usado para equipamentos resistentes ao calor, vidros de laboratório, tais como tubos de ensaio, para a produção de pratos e outras aplicações industriais nas quais a alta resistência ao choque térmico é necessária, como no caso das telhas de isolamento térmico. Esse suprimento também é usado como um vidro de alta qualidade ótica - em telescópios de grande porte, por exemplo - porque transmite bem a luz e resiste à mudança de forma.

Resistente ao calor, o vidro temperado é utilizado em utensílios de cozinha e telas de vidro. A principal desvantagem de usar este tipo de vidro é que sua forma não pode ser modificada após o resfriamento. Cortar ou estilhaçar o vidro temperado gera desequilíbrios em suas tensões internas, tornando-o fácil de quebrar. Quando se quebra, o vidro tende a ficar em pedaços pequenos, e não em grandes fragmentos afiados. Por esta razão, é frequentemente utilizado nos pára-brisas de automóveis.

A vitrocerâmica é o vidro tratado pelo calor até que cristais comessem a se formar no produto de vidro. Variando a quantidade de cristal, é possível criar um vidro resistente ao calor com uma ampla gama de possíveis coeficientes de expansão térmica. O vidro-cerâmico é usado principalmente para tampas de vidro do fogão e outras superfícies, para telas de lareira e para painéis de vidro resistentes ao fogo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais