Dicas de segurança ocupacional ergonômicaA segurança ocupacional ergonômica refere-se a um conjunto de práticas de segurança do trabalho que podem ajudar a evitar lesões e estresse sobre músculos e articulações em decorrência de algumas atividades de trabalho. Para se atingir a segurança ocupacional ergonômica mais adequada, é fundamental manter uma postura confortável e ergonomicamente correta na prática de qualquer atividade, especialmente aquelas que oferecem algum risco de acidente ou lesão. Em relação a isso, algumas técnicas de segurança em ergonomia incluem a correção da altura de cadeiras e mesas, para que braços e pernas fiquem bem apoiados, por exemplo.

Os intervalos entre as tarefas repetitivas podem ser uma parte importante da segurança em ergonomia. Lesões por esforços repetitivos ocorrem quando a tensão constante é colocada em uma área do corpo, por isso é essencial descansar por alguns minutos entre as tarefas, como exigem as normas em segurança do trabalho. Se existem várias funções físicas que precisam ser cumpridas, o melhor é não se concentrar apenas em uma por um longo período de tempo.

Segurança ergonômicaMuitas vezes ignorada em matéria de segurança ergonômica é a condição física do indivíduo. O excesso de peso pode adicionar um fardo para as articulações. As costas e joelhos são especialmente vulneráveis a ferimentos e estresse. Por isso, o controle de peso é um fator que auxilia muito a reduzir os efeitos dos esforços repetitivos no trabalho. Também é importante salientar que as empresas devem manter em dia os exames ocupacionais dos trabalhadores, conforme o que estipula a medicina do trabalho.

Ao levantar ou mover objetos pesados, o ideal seria utilizar-se de técnicas de elevação adequadas a fim de evitar possíveis lesões nos joelhos e articulações. É importante salientar que nos ambientes industriais, embora as máquinas façam os serviços mais rigorosos, é muito comum que o trabalhador tenha que executar algumas tarefas mais pesadas, que inclusive podem prejudicar os músculos de outras partes do corpo, como mãos e costas.

Para executar tarefas em pé ou sentado, é importante trabalhar ao nível dos olhos. Curvar os ombros para olhar para baixo durante o trabalho pode colocar pressão sobre os ombros e os músculos trapézios. Durante um período de tempo, este tipo de postura repetitiva pode levar a problemas crônicos como tendinite do ombro ou lesões do manguito rotador. Por outro lado, esticar o pescoço para olhar para cima pode colocar pressão sobre os músculos do pescoço.

Outra questão a se preocupar é com os reflexos de luzes, quer diretamente do sol ou a partir de outra fonte de luz incidindo no monitor de computador ou do visor de uma máquina. A claridade em excesso pode causar fadiga ocular e dores de cabeça, especialmente se a exposição for constante. É essencial eliminar a luminosidade em grande volume com o uso de cortinas na janela ou óculos especiais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho