Diferentes tipos de óculos 3DTodos os tipos de óculos 3D podem ser divididos em duas categorias: ativos e passivos. Os óculos 3D ativos interagem, sem fio, com imagens em uma tela para aumentar a visualização 3D, já os óculos passivos não funcionam desse modo. Os modelos de óculos 3D passivos surgiram quando a visualização tridimensional nasceu em 1920, sendo são divididos em duas subcategorias principais: óculos anaglíficos e polarizados.

Praticamente qualquer pessoa que já tenha visto um filme 3D está familiarizada com os tipos de óculos anaglíficos, que apresentam uma combinação de lentes vermelhas e azuis. Os óculos anaglíficos 3D funcionam através da projeção de duas imagens idênticas, mas ligeiramente deslocadas em uma tela; cada imagem é tingida de uma cor diferente. A olho nu, a imagem aparece borrada, com tons avermelhados e azulados. Os óculos usam lentes de cor “filtrada” para direcionar uma imagem para o olho direito e outra para o olho esquerdo, de modo que o resultado é que cada olho vê uma imagem diferente, mas a mente é levada a acreditar esta imagem é uma só. A mente compensa isso, concentrando-se entre o deslocamento das duas imagens de deslocamento e misturando as duas, o que cria uma ilusão de profundidade.

Tela de LCDOs óculos 3D polarizados funcionam com a mesma base dos óculos anaglíficos, só que filtram as ondas de luz, em vez de cores. Mais uma vez, duas imagens idênticas e ligeiramente deslocadas são sobrepostas, exceto que, neste caso, cada imagem é polarizada para projetar a luz de forma diferente. Com os modelos de óculos 3D polarizados, cada olho só processa uma imagem. Novamente, porém, a mente é enganada e mistura as duas imagens em uma só, criando uma experiência 3D. Ao contrário das lentes 3D anaglíficas, que podem ser projetadas a partir de qualquer tela 3D, as lentes polarizadas funcionam melhor com telas capazes de transmitir diferentes frequências de luz, sem prejudicar a qualidade da imagem.

Em uma escala mais simples, os óculos “Pulfrich” também podem criar um efeito 3D, mas apenas com os objetos movendo-se através de um visor plano. Estes óculos 3D têm uma lente totalmente transparente e outra que é fortemente matizada. Como um objeto se movendo no visor plano, a imagem é transmitida imediatamente para o olho através da lente transparente, mas as lentes coloridas causam um ligeiro atraso de percepção do movimento das imagens. Esse atraso faz com que o cérebro adicione mais profundidade à imagem, criando uma espécie de efeito 3D.

Desde o advento da tecnologia de LCD, que é capaz de transmitir digitalmente as imagens em altíssima velocidade, os óculos tridimensionais tiveram grandes saltos tecnológicos. Hoje, os óculos ativos são capazes de se comunicar, mesmo sem uso de fios e cabos, com um monitor LCD, interagindo com a ação na tela através de raios infravermelhos. Isso permite que a lente dos óculos reaja aos diversos filtros de luz, melhorando ainda mais a experiência de visualização 3D.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação