Diferença entre Wi-Fi e WirelessA internet sem fio é apenas um dos serviços que, opcionalmente, o sistema Wi-Fi suporta. Wi-Fi é um padrão de comunicação sem fio entre dispositivos utilizados em computador para compartilhar arquivos e recursos. O sinal Wi-Fi não pode viajar longas distâncias sem perda de integridade, e por isso é usado para redes locais (LANs). Em casa, uma LAN sem fio pode incluir um sistema de computador pessoal e portátil, enquanto no trabalho, uma rede sem fio normalmente conecta vários computadores dentro de um edifício comercial. O sinal Wi-Fi poderia abranger uma região dentro de uma pequena cidade, criando pontos de alta conectividade, ou em locais onde o sinal Wi-Fi permite a conectividade com o público através de pontos de acesso wireless (WAP).

Wi-FiUma rede Wi-Fi é muito fácil de configurar. O computador deve contar com um servidor com uma placa de rede sem fio de interface (NIC). A placa de rede sem fio possui uma pequena antena que transmite e recebe sinais Wi-Fi. Um roteador ou switch direciona o tráfego da rede Wi-Fi e geralmente é construído em um modem de alta velocidade, em que a internet sem fios é integrada à LAN sem fios. Cada computador conectado à rede também requer uma placa de rede Wi-Fi. Assistentes digitais pessoais, telefones celulares e outros eletrônicos portáteis normalmente têm a rede Wi-Fi embutida. Isso lhes permite realizar a conexão sem fio a uma rede Wi-Fi habilitada para transferir arquivos, acessar dados ou navegar na web.

Wi-Fi significa "Wireless Fidelity", ou seja, fidelidade sem fio, mas o Wi-Fi Alliance, que projetou o padrão está se afastando da referida denominação. A norma existe para que os fabricantes possam produzir componentes interoperáveis, que sejam compatíveis em um ambiente sem fio. Se não fosse por esse padrão comum, cada fabricante teria propriedade sobre a tecnologia Wi-Fi, o que torna muito difícil para o consumidor comprar o equipamento. Cada rede teria de ser construída em torno de uma marca única. Além disso, as redes individuais de diferentes marcas não teriam a mesma maneira de se comunicar umas com as outras, além disso, as estratégias de acesso público seriam quase impossíveis.

Desde que o padrão Wi-Fi começou a se desenvolver e a apresentar constantes melhoras, diferentes versões desse sistema representam o padrão em diferentes fases de evolução. Padrão 802.11a conquistou algum sucesso, mas atua na faixa de 5 gigahertz (GHz), exigindo linha de operação virtual em proximidade. O primeiro padrão amplamente adotado foi o Wi-Fi 802.11b, que utiliza a faixa de 2,4 GHz - a menor frequência que não requer de linha de operação próxima.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação