FPSO da Shell na Nigéria para um mês para manutençãoO FPSO Bonga pertencente à Shell e que está localizado no campo petrolífero em águas profundas na Nigéria terá suas operações interrompidas por um período de um mês para manutenção, segundo informações fornecidas pelo porta-voz da companhia nesta segunda-feira, 21.

O campo está localizado a 120 quilômetros da costa da Nigéria e possui uma capacidade de produção de 225.000 barris por dia. A unidade de produção e armazenamento de petróleo iniciou suas operações em 2004 e atingiu o pico de produção em 2005.

“Nós podemos confirmar para o final de fevereiro a data de paralisação para manutenção no FPSO Bonga", afirmou Precious Okolobo, porta-voz da companhia de petróleo, acrescentando que a empresa não pode “especular sobre a duração da interrupção das operações".

Okolobo acrescentou que a Shell Exploração e Produção na Nigéria, operadora da unidade denominada Bonga, vai realizar a manutenção. A paralisação das operações no FPSO Bonga durante o período de manutenção irá, provavelmente, culminar em uma redução da exportação de petróleo da Nigéria, atualmente avaliada em mais de dois milhões de barris.

A Nigéria, país que conta com mais de 90% das suas receitas em divisas provenientes da exportação de petróleo, possivelmente, também obterá receitas mais baixas com base na produção e exportação de petróleo em decorrência da manutenção do FPSO offshore.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás