Este ano, a Daimler espera gerar pelo menos 10 mil empregos, sendo quatro mil deles somente na Alemanha, graças às encomendas crescentes, comunicou a montadora nesta quarta-feira, 23 de fevereiro. A empresa, que detém as marcas Mercedes-Benz e Smart, e é a líder mundial em produção de caminhões pesados, vai também expandir suas operações no exterior.

"China, Índia e outros países populosos estão descobrindo o mercado automobilístico", disse o presidente da Daimler, Dieter Zetsche. "Nós temos que estar lá para responder à procura. Mas precisamos também de sites alemães, pois muitos motores e peças vêm daqui”.

Todos os setores e todas as instalações da montadora seriam reforçados, disse o relatório. A montadora alemã Daimler pretende recrutar 500 novos graduados, 400 engenheiros e especialistas em informática e cerca de 2.000 aprendizes.

Como as rivais alemãs BMW e Volkswagen, a Daimler tem sido uma das principais beneficiárias da recuperação na demanda global por automóveis, em especial no mercado chinês. Em janeiro, a Mercedes-Benz vendeu 87% a mais de automóveis na China, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas