GM destaca salto de 46% nas vendas nos EUAA General Motors, que registrou um salto de 46% nas vendas no mês de fevereiro nos Estados Unidos, atribuiu seus lucros à sua programação popular de veículos novos que ajudaram as vendas no varejo a se elevarem em 70% no último ano, sendo este considerado o maior período de lucros na história da empresa.

"Nosso plano era começar este ano com um crescimento rápido, e nós conseguimos isso", disse Don Johnson, vice-presidente da GM de operações de vendas nos EUA. "O fato de manter uma boa quantia de veículos em estoque, combinado com publicidade agressiva e marketing ao consumidor-alvo tem sido a chave do nosso sucesso nos dois primeiros meses deste ano:, enfatizou Johnson.

As vendas totais subiram para 207.028 veículos em fevereiro, dos quais 43.900, ou 21% foram vendas de margem inferior de frotas. A GM esclareceu que os lucros do varejo foram compartilhados entre a oferta de vendas de carros (até 76%), as vendas de caminhões acima de 74% e os crossovers automotivos (até 59%).

A previsão da maior montadora do setor automotivo dos Estados Unidos foi que as vendas da indústria global subiria aproximadamente 24% em fevereiro para uma taxa anualizada ajustada sazonalmente de cerca de 13 milhões de veículos. "Continuamos a acreditar que vamos ver um crescimento lento, porém, constante para o ano", afirmou Johnson, acrescentando que a GM manteve a sua previsão para 2011 de vendas de veículos em torno de 13-13.500.000.

A recente disparada dos preços do petróleo, na sequência da instabilidade no Oriente Médio, ainda não teve um impacto nas vendas, disse Johnson. No entanto, ele advertiu que a alta dos preços do gás e a inflação resultante poderiam afetar a demanda global de veículos, bem como a procura dos consumidores por veículos mais eficientes.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas