Apesar do acidente ambiental provocado pelo devastador derramamento de petróleo no Golfo do México em abril de 2010, a BP Petroleum, companhia petrolífera, recebeu dois prêmios executivos no ano passado. Contudo, o novo executivo-chefe da companhia, Bob Dudley, renunciou à sua premiação, conforme salientou a companhia em seu relatório anual.

O diretor financeiro, Byron Grote, recebeu um bônus de 620 mil dólares, enquanto Iain Conn, diretor de atividades de downstream, recebeu um prêmio de 310.500 libras.

O bônus representa 30% dos pagamentos potenciais que a empresa irá realizar. Outros altos executivos, no entanto, não receberão o bônus depois do desastre em Deepwater Horizon, o que custou ao ex-executivo-chefe, Tony Hayward, seu emprego.

A explosão em Deepwater em abril de 2010 matou 11 trabalhadores e liberou milhões de barris de petróleo no Golfo ao longo de um período de três meses, causando prejuízos ao meio ambiente e à economia.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás