Funções de um reator químicoUm reator químico é um dispositivo utilizado para conter reações químicas controladas. As reações ocorrem no interior do reator, em condições que podem ser monitoradas e controladas para a máxima segurança e eficiência do equipamento. Estes tipos de reatores são utilizados na produção de produtos químicos, tais como componentes de compostos farmacêuticos, e podem operar em vários modos diferentes. Uma série de empresas da do setor científico produzem diversos modelos de reatores químicos e acessórios, tais como componentes de reposição para equipamentos danificados.

Os reatores químicos podem ser concebidos tanto como tanques ou tubulações, dependendo das necessidades, sendo projetados em variados tamanhos e capacidades de operação. Os projetos de reatores químicos de bancada de pequeno porte são destinados ao uso em laboratórios, por exemplo, enquanto os tanques grandes podem ser aproveitados para fabricação de substâncias químicas em escala industrial. O projeto também inclui uma variedade de características que servem para controlar as condições no interior do reator.

Reator químicoCom um reator químico de lote, os componentes da reação são adicionados ao reator, onde é permitido gerar uma reação controlada. Quando a reação terminar, o lote pode ser retirado do reator com o intuito de que ele possa continuar o processamento em outro lote. Este tipo de reator funciona melhor quando ele é destinado à produção de produtos químicos em pequena escala, como, por exemplo, no caso de compostos para a pesquisa farmacêutica.

Os reatores químicos contínuos, como o nome já diz, operam continuamente, enquanto os materiais necessários para a reação são fornecidos e alimentam o reator. Estes tipos de reatores industriais são empregados na criação de uma fonte constante de um produto químico necessário. Os modelos de reatores contínuos servem na fabricação de produtos químicos industriais, quando há a necessidade de um produto químico muito consistente. Estes reatores são periodicamente desligados para manutenção, contudo, quando é necessário seu desligamento temporário por algum outro motivo, o equipamento deve ser reiniciado com cuidado para que sua funcionalidade não seja prejudicada.

Estes dispositivos são projetados por engenheiros químicos, muitas vezes com a ajuda de engenheiros mecânicos, que estão familiarizados com as necessidades dos reatores químicos e com as diversas maneiras pelas quais eles podem ser usados. Para aplicações especiais, um engenheiro pode projetar um reator de modo personalizado, construído especificamente para alguma tarefa. Nesse caso, o engenheiro também precisa estar envolvido na concepção do espaço onde o reator será utilizado, para garantir a sua conformidade com as diretrizes de segurança e confirmar se o espaço foi adequadamente projetado para acomodar o reator químico.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos