Sistema de manufatura flexívelUm sistema de manufatura flexível (FMS) é um tipo de processo industrial que permite que os equipamentos sejam utilizados para mais de uma finalidade, sendo relacionados de alguma forma. Em certas plantas industriais, é válido lembrar que um mesmo equipamento é muitas vezes aproveitado na fabricação de peças personalizadas que serão destinadas a várias aplicações. Este tipo de sistema de manufatura flexível pode ser controlado manualmente, mas é mais provável nos tempos atuais que isso seja realizado por softwares de computador especializados, e alterados através de um processo totalmente automatizado.

O principal objetivo de um sistema de manufatura flexível é oferecer a velocidade necessária para alterar as condições de mercado rapidamente, mas não sacrificar a qualidade do produto acabado. O equipamento que faz isso de forma mais eficaz é provavelmente concebido para duas ou mais finalidades. Embora seja possível modificar ou adaptar alguns tipos de equipamentos industriais para desempenhar uma função de forma adequada, os sistemas de produção mais flexíveis são projetados para conquistarem mais de um objetivo.

Manufatura flexívelEmbora um equipamento ou uma linha de produção inteira, que sejam concebidos com base nos conceitos de sistema flexível de manufatura , possam, inicialmente, ser mais caros do que um equipamento tradicional, o objetivo geral é reduzir as despesas. Os fabricantes percebem isso ao economizar dinheiro usando o mesmo equipamento com o intuito de executar duas ou mais funções. Com equipamento tradicional, a fabricação de dois produtos diferentes não só pode exigir peças variadas de equipamento, mas também duas linhas distintas e, talvez, duas instalações diversas. Portanto, um sistema de produção flexível pode reduzir a sobrecarga, apesar dos maiores custos inicialmente.

Um dos exemplos mais comuns de um sistema de fabricação flexível pode ser observado nas indústrias de fabricação de automóveis. Os mesmos equipamentos utilizados para a montagem das portas de um sedan, ao receber apenas alguns ajustes simples, podem operar nas linhas de montagem de fixação das portas para um veículo utilitário esporte ou algum outro tipo de automóvel.

De fato, a indústria automobilística pode economizar uma quantidade substancial de capital usando um sistema de manufatura flexível. Um relatório de 2004 indicou que a Ford Motor poupou aproximadamente $ 2.5 bilhões de dólares, implementando sistemas flexíveis em cinco fábricas. A empresa estima que pode poupar pelo menos metade do custo de fabricação de modelos atualizados com os sistemas.

Em alguns casos, as máquinas não só se aplicam na produção ou montagem de peças diferentes para diferentes modelos, mas são eficazes também na elaboração de customizações. Essas personalizações, sem o uso de um sistema flexível, levariam muito mais tempo e seriam muito mais onerosas para o cliente. A utilização de máquinas com a capacidade de serem flexíveis nas operações acelera o processo de fabricação e garante a satisfação do cliente, reduzindo também o custo do produto final.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos