Nesta segunda-feira, 04 de abril, Jeffrey Immelt, CEO da General Electric, empresa que é o fabricante dos reatores das usinas atingidas em Fukushima, no Japão, afirmou que a indústria nuclear já teve um "histórico de segurança”.

Immelt estava em Tóquio, após um encontro com autoridades japonesas, enquanto a Tokyo Electric Power prosseguia nos esforços para resolver a crise na planta nuclear de Daiichi , em Fukushima, onde três reatores foram construídos ou parcialmente construídos pela GE.

Immelt e Hiroaki Nakanishi, presidente Hitachi, parceira da GE no setor de energia nuclear, reuniram-se com o ministro da Indústria japonês Banri Kaieda para discutir a situação no local, onde ocorreu o pior acidente nuclear desde Chernobyl, na Ucrânia, antiga União Soviética, em 1986.

Mais de três semanas se passaram desde as tragédias naturais em 11 de março e a crise em Fukushima, na usina de Daiichi, permanece sem solução depois de seu reator de resfriamento ser afetado pelo tsunami, provocando explosões, incêndios e liberando radiação à atmosfera.

"Este é um setor que tinha um histórico extremamente seguro por mais de 40 anos", disse Immelt. "Vamos continuar trabalhando em curto, médio e longo prazos com a TEPCO devido a este desastre horrível”.

A GE construiu os reatores da usina há 40 anos, sendo eles os reatores de número um reator e co-construiu os reatores dois e seis com Toshiba. A Toshiba construiu os reatores de números três e cinco, e a Hitachi construiu o reator o reator de número quatro.

Quando perguntado sobre a responsabilidade potencial como o fabricante de alguns dos reatores afetados na planta, Nakanishi, presidente da Hitachi, respondeu: "O trabalho que estamos fazendo agora é para cumprir essa responsabilidade”.

A radiação do nordeste da planta de Tóquio está se dissipando no ar, contaminando os produtos agrícolas e a água potável, infiltrando-se também no Oceano Pacífico, embora os funcionários sublinhem que não existe ameaça iminente para a saúde humana e dos animais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia