Benefícios do modelo SaaSO software como serviço (SaaS) é uma maneira de oferecer o mesmo software para diferentes clientes através de uma rede, geralmente a Internet. Em outras palavras, o software não está hospedado em computadores de clientes individuais. No modelo de SaaS, o fornecedor é responsável pela criação, atualização e manutenção de software. Os clientes compram uma assinatura para acessá-lo, o que inclui uma licença separada para cada pessoa que irá utilizar o software.

O modelo SaaS pode agregar eficiência e redução de custos tanto para o vendedor quanto para o cliente. Os clientes economizam tempo e dinheiro, pois eles não têm de instalar e fazer a manutenção dos programas, não havendo necessidade também de compra de um novo hardware. Isso permite que um cliente se concentre mais nos recursos para o crescimento do negócio.

Há cinco principais características utilizadas para classificar um sistema como uma solução SaaS. O acesso à metodologia é o primeiro. Para ser considerada uma solução de SaaS, o software deve ser gerenciado a partir de uma localização central ou hub. Os clientes são obrigados a acessar a ferramenta através da Internet. Cada site do cliente é fornecido com uma série de nomes de usuários exclusivos e logins. O software é capaz de reconhecer o usuário e fornecer o perfil adequado de acesso aos dados.

Software como serviço (SaaS)Usando o modelo de SaaS, o número de licenças pode ser aumentado conforme o negócio cresce. Isso geralmente é mais rápido e mais barato do que comprar outra licença e adicionar a outro computador, como acontece com os softwares tradicionais. A principal característica de uma solução SaaS são as regras de licenciamento de aplicativos e softwares. Em vez de comprar um aplicativo inteiro como uma unidade ou produto, os clientes podem adquirir apenas os direitos de acesso.

Os vendedores geralmente só têm que atualizar e manter o software em rede, prevenindo contra a atualização de diferentes cópias do software em computadores diferentes. Isso permite que o fornecedor consiga fornecer as atualizações mais recentes e ofereça alta tecnologia para cada cliente em tempo hábil. A desvantagem para o cliente é que eles não controlam o software e a personalização dos programas de acordo com os padrões de tecnologia pode ser limitada, pois o software em si é projetado para fornecer a vários usuários o acesso aos mesmos dados e ferramentas simultaneamente. É importante notar que há possibilidade de personalização muito menor do que um modelo tradicional de software de implantação.

Se uma atualização de módulos do SaaS for solicitada por um cliente, ele terá mais probabilidade de se beneficiar do que outros clientes que também estão usando o mesmo software. Se o cliente extrapola completamente os limites do software, no entanto, a empresa pode simplesmente suspender a sua assinatura no final do contrato atual. Em tal cancelamento dos serviços, as aplicações geralmente não têm que ser removidas dos computadores dos clientes. Geralmente, o cliente que teve os serviços cancelados mantém a propriedade de quaisquer dados inseridos no aplicativo SaaS.

Toda a manutenção do sistema é gerenciada centralmente. Este é um grande benefício, pois o fornecedor tem um grau muito maior de controle sobre o produto. Em algumas versões do SaaS, existe um componente transferido para a ferramenta de software. O vendedor detém os direitos de acesso e pode aplicar patches e correções do sistema simultaneamente a todos os usuários. Esse tipo de controle elimina uma grande parte do trabalho normalmente preenchido no site do cliente para atualização tecnológica. Além disso, garante à empresa de software o direito de limitar o número de versões que deve suportar.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação