Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Governo americano nega autorização de perfuração pela BP

O governo dos EUA, no mês passado, emitiu a primeira nova licença de perfuração em águas profundas.

Mais notícias relacionadas a petróleo & gás:

O que faz um corretor de petróleo
Assim como outros negociadores de títulos, um corretor de petróleo é pago por comissão


O que é um dessalinizador
Processo de dessanilização é geralmente a primeira etapa da cadeia do petróleo.


Total quer obter licença de exploração de gás e petróleo na Tanzânia
A Tanzânia planeja criar um fundo soberano que vai usar a crescente receita de óleo ...


O Secretário do Interior dos Estados Unidos, Kenneth Salazar, negou veementemente que o governo americano fechou um acordo para permitir que a BP possa reiniciar os trabalhos de perfuração no Golfo do México, quase um ano após o desastroso derramamento de petróleo na região, afetando o meio ambiente.

Concedendo entrevista por teleconferência da Cidade do México, no México, Salazar negou rumores de que o governo estava preparando um acordo com a empresa britânica - que foi punida após a explosão da plataforma Deepwater Horizon, no campo de Macondo, derramando milhões de litros de petróleo no Golfo do México, em abril do ano passado.

Salazar disse categoricamente que não havia "absolutamente nenhuma verdade no boato", em relação ao fato de a BP estar próxima a um acordo para reiniciar a perfuração de 10 poços no Golfo. "Não há absolutamente nenhum acordo, nem haveria um acordo desse tipo, essa informação é simplesmente um equívoco", enfatizou Salazar.

Depois de quase um ano de moratória e a introdução de normas mais rigorosas de segurança, o governo dos EUA, no mês passado, emitiu a primeira nova licença de perfuração em águas profundas.

Salazar disse que a BP estaria sujeita "ao mesmo conjunto de normas como estaria qualquer outra empresa, e que o futuro do desenvolvimento da BP terá de passar por esse mesmo tipo de processo". O "rigor" das novas normas inclui "satisfazer a obrigação de demonstrar a capacidade de conter uma ruptura submarina", segundo informou o Bureau de Gestão de Energia Marítima.



Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a petróleo & gás:

Acúmulo de gás foi causa de explosão no México

As autoridades mexicanas disseram que um acúmulo de gás levou à explosão na semana passada, que matou 37 pessoas na sede da Petróleos Mexicanos. Esta é a explica ...
Irã será exportador de gasolina no próximo ano, diz Qasemi

O Irã planeja se tornar uma das maiores nações exportadoras de gasolina dentro de meses, apesar das sanções contra o país, disse o ministro do Petróleo ...
Lucros da Exxon sobe nos EUA

A Exxon Mobil Corp, a maior empresa do mundo de energia em valor de mercado, disse que o lucro do quarto trimestre teve a maior alta dos últimos cinco anos ...
Características de matéria volátil

Matéria volátil é qualquer substância que tenha uma tendência para vaporizar dadas as condições adequadas. A volatilidade da substância é medida pela sua pressão de ...
Como é feito o armazenamento de GNL

Quando o GNL (Gás Natural Liquefeito) é recebido na maioria dos terminais, é transferido para os tanques de armazenamento isolados, que são construídos especificamente para segurar o GNL. Estes ...
Noções básicas sobre Gás Natural Liquefeito (GNL)

O Gás Natural Liquefeito, ou de GNL, é o gás natural em sua forma líquida. Quando o produto gasoso natural é resfriado a menos 259 graus Fahrenheit (ou -161 ...
Extração de óleo

Os trabalhadores da indústria de petróleo e gás, incluindo engenheiros e geólogos que encontrar petróleo bruto e gás natural, supervisores da obra que supervisionam ...

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google